Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Entretenimento / Séries

Volume 2 da 4ª temporada de Stranger Things é "carnificina", afirma Joseph Quinn

Os dois últimos episódios da 4ª temporada de Stranger Things estreiam dia 1º de julho na Netflix

Redação Publicado em 21/06/2022, às 14h57

Joseph Quinn como Eddie em Stranger Things - Divulgação/Netflix
Joseph Quinn como Eddie em Stranger Things - Divulgação/Netflix

Os fãs de Stranger Things já podem preparar os seus corações. Durante uma entrevista para a Variety, o ator Joseph Quinn, responsável por interpretar Eddie no Volume 1, revelou que os dois últimos episódios da 4ª temporada serão ainda mais macabros, e serão uma “carnificina”.

“A coisa é a seguinte: minha família está presa em algum lugar e, se eu der algum spoiler, nunca os verei novamente (risos)”, disse Joseph. “O que posso dizer é que há uma cena com guitarra e que a escala e a ambição são impressionantes. Todas as sementes que foram plantadas darão frutos e será só uma carnificina. Vocês sabem que o final terá duas horas e meia, certo? Terminar com esse episódio do tamanho de um longa-metragem é algo muito ousado.”.

Vale lembrar que os criadores da série, Matt e RossDuffer, já haviam revelado em uma entrevista para a Empire que o Volume 2 da 4ª temporada não terá um final feliz como muitos devem estar esperando.

Segundo os irmãos, "Normalmente, no final de uma temporada, tentamos colocar a cereja no bolo, com um final pacífico e, logo depois, um pequeno teaser que diz: 'Calma, tem algo vindo por aí'. Agora que estamos nos aproximando da última temporada, no entanto, não precisamos fazer isso. Não existe um botão de 'reset' a partir daqui".

Nessa terça-feira, 21, os fãs de Stranger Things tiveram a oportunidade de conferir o que está por vir nos dois últimos episódios da temporada com o lançamento do trailer oficial para o Volume 2. Confira!

Composto por dois episódios com aproximadamente duas horas cada, o Volume 2 da 4ª temporada de Stranger Things tem lançamento na Netflix marcado para o dia 1º de julho.