Recreio

'Vini conta Branca de Neve': Artistas brasileiros se unem para recontar Branca de Neve em audiobook

O projeto do ator e escritor Vinicius Campos apresenta uma história mais diversa com objetivo de construir uma sociedade que preza a igualdade

Redação Publicado em 27/08/2021, às 12h37 - Atualizado às 12h38

Cena de A Branca de Neve e os Sete Anões (1937) - Divulgação/Disney
Cena de A Branca de Neve e os Sete Anões (1937) - Divulgação/Disney

O ator e escritor Vinicius Campos reuniu um time de amigos talentosos para recontar a história da Branca de Neve no audiobook "Vini conta Branca de Neve". Foram 3 dias de gravação em estúdios entre São Paulo, Rio de Janeiro e Buenos Aires.

Todos os artistas se uniram à causa voluntariamente, para dar voz às personagens: Daphne Bozaski como a Branca de Neve, Alinne Moraes como Rainha Má e Tiago Abravanel vivendo o espelho, além de grande elenco que conta com Bruna Thedy, Drayzon Menezzes, Fabiano Augusto, Gabi Cywinski, Hugo Picchi, Ivan Parente, Micheli Machado, Natália Rodrigues, Orlando Caldeira, Robson Nunes e Tiago Moraes.

A equipe técnica conta com texto e narração de Vinicius Campos, som com tecnologia 8D com música original de Damián Mahler, direção de vozes de Hugo Picchi e ilustração da capa de Erika Astronauta.

Com o intuito de atualizar o clássico, o objetivo do audiolivro é de aprofundar a proposta de Vinicius em colaborar para uma infância menos tóxica às crianças e essencialmente diversa, a fim de construir uma sociedade menos machista e mais igualitária.

“As meninas crescem com a informação de que precisam de príncipes para salvar suas vidas e que para conquistar um menino precisam ser lindas, magras, dóceis, além de saber cuidar do lar e dos filhos. Essa rotulação é nociva e contribui para que nossas adolescentes sejam inseguras e nunca estejam felizes com sua imagem. Por outro lado, os garotos aprendem que podem, por exemplo, beijar uma princesa que está dormindo sem ao menos contar com sua permissão. Além de nunca terem referenciais masculinos sensíveis, que choram e mostram suas fragilidades”, destaca Vinicius.

O audiolivro estará disponível gratuitamente em 12 de outubro, na plataforma do aplicativo, www.skeeloaudiobooks.com.br.