Recreio
Entretenimento / Viva a História

Vespas são encontradas em âmbar de 25 milhões de anos

De acordo com especialistas, as vespas-bandeira são conhecidas pela morte de baratas; descoberta pode indicar a presença desse inseto na mesma época

Penélope Coelho Publicado em 30/09/2020, às 17h54 - Atualizado às 17h54

Imagem de vespa preservada em âmbar - Divulgação / Oregon State University
Imagem de vespa preservada em âmbar - Divulgação / Oregon State University

Um estudo realizado pela Oregon State University revelou a presença de quatro novas espécies de vespas-bandeira parasitas encontradas em uma resina fossilizada, três delas em âmbares da República Dominicana e a outra no México. As informações são do portal Phys.

Nos dias atuais as espécies de vespas giram em torno de 400, em 20 gêneros distribuídos que podem ser encontrados ao redor do mundo. De acordo com a publicação, as vespas-bandeira são conhecidas por serem grandes predadoras de baratas, o que para os especialistas indica a presença deste inseto no mesmo período.

“Nosso estudo mostra que essas vespas existiam há cerca de 20 ou 30 milhões de anos, com provavelmente os mesmos padrões de comportamento em relação às baratas”, revelou o pesquisador envolvido no estudo, George Poinar Jr.

++Leia a matéria completa no site Aventuras na História, parceiro da Revista Recreio.