Recreio

Saiba mais sobre Robert Pattinson, ator que interpreta o novo Batman

Além do Homem-Morcego e o vampiro Edward Cullen: confira detalhes da carreira do ator que nasceu em Londres!

Redação Publicado em 03/03/2022, às 18h57

Robert Pattinson em "Batman" - Divulgação/ Warner Bros. Pictures
Robert Pattinson em "Batman" - Divulgação/ Warner Bros. Pictures

The Batman”, é a novo filme sobre o Homem-Morcego dirigido por Matt Reeves que estreia oficialmente hoje, 03, nos cinemas brasileiros. O longa traz Robert Pattinson como protagonista da história sombria que se passa em Gotham, cidade corroída pela corrupção e violência, onde o herói terá que lutar contra um inimigo enigmático para restaurar a paz.

Apesar de sua estreia recente, o filme recebeu grande aprovação do público e da crítica especializada, fato que destaca não só a direção de Reeves, mas também a atuação de Pattinson como um dos heróis mais conhecidos do universo da DC Comics.

O ator britânico de 35 anos começou sua carreira muito antes de interpretar o cavaleiro das trevas. Assim como diversos atros de Hollywood, seus primeiros trabalhos foram como modelo, seguido por pequenas participações em produções do cinema.

No entanto, o cenário começou a mudar quando o ator interpretou Cedrico Diggory na franquia Harry Potter (2005) e Edward Cullen em Crepúsculo (2008).

Cedrico e Harry
Pattinson ao lado de Daniel Radcliffe em Harry Potter / Crédito: Divulgação/Warner Bros. Pictures

Apesar de ambos os filmes serem constantemente lembrados por transformarem a trajetória do ator nas telonas, o público teen logo deixou de ser o foco de Pattinson que decidiu trilhar novos caminhos em direção ao cinema independente.

Assim, no mesmo ano do lançamento de Crepúsculo, o ator viveu o artista espanhol Salvador Dalí na cinebiografia intitulada “Little Ashes”, do diretor Paul Morrison

Nos anos seguintes, Pattinson continuou interpretando protagonistas e realizando participações em longas como "A origem" (2010) , "Água Para Elefantes" (2011), "Bel Ami: O Sedutor" (2012), "The Rover - A Caçada" (2014), "Life: Um Retrato de James Dean" (2015), "The Childhood of a Leader" (2016), "Sob o Sol do Oeste" (2018) e "Tenet" (2020).

Além disso, ao longo dos 14 anos de carreira adquiridos após o papel onde viveu o vampiro de Crepúsculo, algumas de suas atuações foram destacadas pela mídia, como é o caso de “A Cidade Perdida (2016)”, onde Pattinson interpreta o parceiro de expedições do personagem principal e recebe do Independent UK a atribuição de uma das melhores falas do filme.

Outra produção que também recebeu grande reconhecimento é “Bom Comportamento”, filme de 2017 que traz Pattinson como um criminoso que "desaparece dentro do personagem com uma performance convincente, que prova a capacidade do artista de ser mais que um rosto bonito", segundo o jornal The Guardian.

Já em "High Life" (2018) o ator faz parte de um grupo de criminosos que aceitam ser cobaias de um experimento no espaço afim de obter o perdão de suas sentenças na prisão. Papel que, conforme dito pela Independent UK, traz a melhor performance da carreira de Pattinson até então.

Por fim, o ator interpretou também um faroleiro problemático no final do século 19 em “O Farol”, filme de Robert Eggers que foi indicado ao Oscar e conta apenas com Pattinson e Willem Dafoe no elenco.