Recreio

Roteirista de Shang-Chi revela como foi o processo para encaixar o filme na narrativa do MCU

Repleto de segredos, Dave Callaham afirma que foi guiado sem saber dos planos futuros do universo

Redação Publicado em 13/09/2021, às 11h55 - Atualizado às 11h56

Imagem promocional de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis (2021) - Divulgação/Marvel Studios
Imagem promocional de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis (2021) - Divulgação/Marvel Studios

O Universo Cinematográfico da Marvel é extremamente amado pelos fãs, principalmente por todos os filmes e séries estarem interligados e possuírem easter eggs em todas as produções. No entanto, com quase 30 filmes já lançados e inúmeras séries anunciadas, alinhar essa enorme narrativa vem se tornando um dos maiores desafios dos cineastas — ainda mais quando todos os planos futuros seguem em segredo absoluto dentro dos próprios bastidores.

Segundo o roteirista de “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”, Dave Callaham, em entrevista ao The Hollywood Reporter, toda vez que as suas propostas de história para o filme do Mestre do Kung Fu da Marvel faziam ligações com algum outro filme que também está com a sua história em andamento, o produtor Jonathan Schwartz o respondia, em segredo, para ficar “longe desse gênero”.

“Às vezes eu chegava perto demais de algo e ele não podia me dizer do que. Ele só dizia ‘é, fique longe desse gênero. Isso tá rolando em outra sala neste momento’ - sem nunca expor demais. Fora isso, ele me deixava fazer o quiser e me avisou quando estava legal o bastante para mostrar para [Kevin Feige]. Então propus [o roteiro] para ele e à equipe, e aí seguimos em frente”, revelou Dave.

Estrelando Simu Liu, “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis” conta a história de vida do primeiro super-herói asiático do MCU e mestre do kung fu, Shang-Chi, que foi criado para se tornar um grande guerreiro, mas acaba se negando a assumir o legado de seu pai na Sociedade dos Dez Anéis.