Conheça as 5 regras necessárias para uma personagem ser considerada princesa da Disney

Já se perguntou por que tal personagem não é considerada uma princesa? Talvez ela não se encaixe nas regras do seleto grupo. Entenda!

Daniela Bazi Publicado sexta 30 julho, 2021

Já se perguntou por que tal personagem não é considerada uma princesa? Talvez ela não se encaixe nas regras do seleto grupo. Entenda!
Cena do filme WiFi Ralph: Quebrando a Internet (2018) - Divulgação/Disney

As princesas da Disney são o principal carro chefe de todo o estúdio. O grupo seleto de garotas conquistam milhares de meninas ao redor do mundo com suas histórias e características específicas, ultrapassando gerações. Porém, o que nem todo mundo sabe é que existem regras para que as personagens possam participar deste seleto grupo.

Conheça as 5 regras necessárias para ser considerada uma princesa da Disney.

1. Precisa fazer parte de uma animação

É por causa dessa regra que a princesa Giselle, de Encantada, não se encaixa nesse grupo. Apesar dela começar como uma personagem de animação, acaba se tornando humana com o decorrer do filme. Isso serve também para evitar conflitos de direito de imagem entre a Disney e outros atores.


2. Ser humana ou pelo menos metade humana

Pode parecer uma regra besta, mas ela se torna muito importante principalmente pelo fato da Disney possuir diversos filmes com animais. É por isso, por exemplo, que a leoa Nala não é uma princesa oficial, mas Ariel sim, já que é metade humana e metade peixe.


3. Nascer princesa, se casar com alguém da realeza ou cometer um ato heroico

Não é necessário se encaixar nestes três itens, porém é obrigatório que a personagem contenha pelo menos um. A regra de cometer um ato heroico acabou sendo criada principalmente após o sucesso de Mulan, que não nasceu na realeza e nem se casou com algum príncipe, mas mesmo assim os estúdios queriam coloca-la no seleto grupo.

mulan


4. É necessário ser a protagonista de seu próprio filme, desde que não seja uma sequência

Para participar do grupo, é obrigatório ser a principal em seu primeiro filme. Essa regra foi o motivo de Melody, filha de Ariel, não entrar para o grupo junto de sua mãe. Apesar de ser a principal se seu próprio filme, humana e ter nascido na realeza, a garota aparece apenas na sequência de A Pequena Sereia, portanto, foi obrigada a ficar de fora das princesas oficiais.


5. Dar um bom retorno econômico para os estúdios

Poucas pessoas comentam sobre esta última regra, mas ela existe e é muito importante. Isso devido ao fato de que as princesas da Disney são comercializadas no mundo inteiro com os mais diversos tipos de produto. Sendo assim, se um filme não der dinheiro para os estúdios, não valeria a pena para eles investir mais ainda em uma possível princesa que não tenha feito tanto sucesso com o público.

Último acesso: 04 Dec 2021 - 20:13:04 (1101112).