Recreio
Busca
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio

James Gunn revela que no início do MCU, as Joias do Infinito não estavam nos planos da Marvel

O diretor revelou que até roteiro de "Guardiões da Galáxia", as preciosas pedras não iriam fazer parte dos filmes

Redação Publicado em 08/08/2022, às 16h43

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cena da morte do Homem de Ferro em Vingadores: Ultimato - Divulgação/Marvel
Cena da morte do Homem de Ferro em Vingadores: Ultimato - Divulgação/Marvel

As Joias do Infinito foram apresentadas ao público durante as primeiras duas fases do Universo Cinematográfico Marvel (MCU). Essas artefatos cósmicos tiveram extrema importância para a franquia até o filme que encerrou a fase Vingadores: Ultimato (2019). Contudo, de acordo com o diretorJames Gunn, essas peças não estavam nos planos iniciais da Marvel Studios

Gunn explicou que ele tinha a trilogia completa dos Guardiões da Galáxia mapeada em sua cabeça, ainda enquanto trabalhava no primeiro longa e um fã acabou perguntando se os detalhes do projeto significava que ele conhecia o plano do estúdio para os últimos filmes de Vingadores.

O diretor respondeu que não sabia, como também disse que Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, havia decidido não incorporar as Joias do Infinito, até depois do primeiro rascunho de Guardiões da Galáxia ser finalizado. 

Eu não sabia muito [sobre o futuro do MCU] quando dei ideia de Guardiões. "E eu não sabia o que ia acontecer em Guerra Infinita e Ultimato (as Joias do Infinito não faziam parte até DEPOIS do meu primeiro rascunho do Vol. 1). Mas uma vez que eu estava escrevendo, eu conhecia os arcos de todos os personagens principais, exceto Gamora, que mudou." escreveu o diretor.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!