Recreio
Busca
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Entretenimento / NewJeans

HYBE vs. ADOR: Em primeira audiência, advogado revela apoio do NewJeans à Min Hee Jin

A primeira audiência para a liminar que a CEO da ADOR, Min Hee Jin, abriu conta a HYBE a fim de evitar demissão do cargo, aconteceu hoje, 17

Min Hee Jin em coletiva de imprensa realizada em abril de 2024 e concept photo do NewJeans - Chung Sung-Jun/Getty Images e Divulgação/ADOR
Min Hee Jin em coletiva de imprensa realizada em abril de 2024 e concept photo do NewJeans - Chung Sung-Jun/Getty Images e Divulgação/ADOR

Nesta sexta-feira, 17, aconteceu a audiência para a liminar da CEO da ADOR, Min Hee Jin, contra a HYBE, no Tribunal Distrital Central de Seul, onde, em meio as declarações, o advogado de Min Hee Jin revelou que as integrantes do NewJeans querem permanecer sob o gerenciamento da empresária.

Vale lembrar que, em 22 de abril, se tronou pública a auditoria que o conglomerado iniciou contra a subsidiária após suspeitas de que a ADOR estaria em planos de se tornar uma empresa independente e, como resultado, solicitou a renúncia de Min Hee Jin do cargo de CEO, já que ela e mais dois funcionários seriam os organizadores do projeto. 

Dessa forma, Min Hee Jin abriu uma liminar contra a HYBE para impedir que a matriz a desligue do cargo que ocupa na ADOR. Na audiência realizada hoje, foram abordados os assuntos que envolvem a disputa e, dentre eles, os representantes da CEO alegaram que a HYBE havia tentado sabotar o NewJeans, assim como relembraram as supostas vezes que Bang Si Hyuk ignorou as membros do grupo, como repercutido pelo portal Koreaboo.

A HYBE prometeu formar o grupo de Min Hee Jin, mas quebrou a promessa e lançou o LE SSERAFIM. Min Hee Jin então criou a ADOR e trouxe as membros para lançar o NewJeans o mais rápido possível. Mesmo assim, a HYBE não permitiu que a ADOR divulgasse o NewJeans e os proibiu de usar títulos como All-Teenage Group... Bang Si Hyuk também não reconheceu o NewJeans quando elas o cumprimentaram. Isso é comprovado por mensagens de texto entre as membros".

Em seguida, o advogado de Min Hee Jin contou que as integrantes do NewJeans (Minji, Hanni, Danielle, Haerin e Hyein) expressaram o desejo de permanecer sob o selo ADOR, contando com a CEO como responsável por gerenciar a carreira do grupo.

Min Hee Jin, de acordo com o contrato de exclusividade da ADOR com o NewJeans, tem a obrigação de protegê-las de intrusões externas. Mesmo que ela tenha um acordo de acionistas, ela tem a obrigação de informar a HYBE. Min Hee Jin nunca violou essas obrigações. Em 2024, o NewJeans lançará seu álbum e fará uma turnê mundial. As membros do NewJeans declararam que não conseguiriam fazer muitas coisas sem Min Hee Jin e afirmaram que queriam estar com ela. Isso é algo que os fãs reconheceram."

Por fim, os representantes de Min Hee Jin e da ADOR revelaram que a HYBE estava planejando colocar o grupo em um hiato de 18 meses, e que o NewJeans estaria assustado com a decisão, visto que poderia prejudicar o desempenho da formação, trazendo esse ponto como um dos motivos para evitar a demissão da CEO.

Depois de 16 de abril, a HYBE mencionou um longo hiato para o NewJeans. Min Hee Jin e as membros estão assustadas com isso. A demissão de Min Hee Jin trará perdas irrecuperáveis ​​para elas, NewJeans, ADOR e Min Hee Jin".