Recreio

História de Wanda Maximoff deveria ter acabado antes de WandaVision, revela Elizabeth Olsen

O destino de Wanda teria sido decidido pela própria atriz. Entenda a história!

Redação Publicado em 11/05/2022, às 16h16

Elizabeth Olsen, como Wanda Maximoff, em cena de "WandaVision" - Divulgação/ Disney+
Elizabeth Olsen, como Wanda Maximoff, em cena de "WandaVision" - Divulgação/ Disney+

Imensamente aclamada pelos fãs durante os sete anos de participações em filmes de super-heróis do Universo Cinematográfico Marvel, Wanda Maxinoff, a poderosa Feiticeira Escarlate, poderia ter tido sua trajetória nas telonas e telinhas finalizada muito antes da produção de sua série solo intitulada “WandaVision”.

A revelação foi realizada por Elizabeth Olsen, a interprete da personagem no MCU, em entrevista ao The New York Times, onde a atriz disse que seu contrato inicial com a Marvel era relacionado apenas a realização de dois papéis principais e uma participação especial.

O acordo foi cumprido nos filmes: "Vingadores: A Era de Ultron"(2015), “Capitão América: Guerra Civil” (2016), e "Vingadores: Guerra Infinita"(2018), onde o fim da personagem poderia ter acontecido com o Blip de Thanos.

No entanto, Kevin Feige, o presidente da Marvel Studios, discutiu com Olsen a possibilidade de ressurreição de Wanda Maximoff em “Vingadores: Ultimato”, e foi nesse momento que a série “WandaVision” foi anunciada para atriz, que revelou que “o poder de escolher continuar era importante” para ela.

Sobre a obra solo da personagem, Olsen revelou: “Achamos que o que estávamos fazendo era tão estranho e não sabíamos se tínhamos um público para isso, então havia liberdade para isso”. A atriz continuou explicando ao dizer que “Não houve pressão, nem medo. Foi uma experiência muito saudável".

"WandaVision" é uma série de 9 episódios que adapta a história dos personagens Wanda Maximoff / Feiticeira Escarlate e Visão, da Marvel Comics para a plataforma de streaming Disney+. Se tornando um sucesso, a produção recebeu 23 indicações ao Emmy, incluindo uma indicação de melhor atriz para a intérprete de Wanda, Elizabeth Olsen.