Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio

Há 27 anos, estreava Pocahontas, a princesa da Disney que existiu na vida real

Celebre o aniversário da clássica personagem com 5 curiosidades

Daniela Bazi Publicado em 23/06/2021, às 19h21 - Atualizado às 12h00

Cena da animação Pocahontas (1995) - Divulgação/Disney
Cena da animação Pocahontas (1995) - Divulgação/Disney

Há exatos 27 anos, a Walt Disney Pictures lançava o seu 33º filme de animação, Pocahontas. Inspirada na história real de uma índia norte-americana chamada Matoaka, a produção foi mais um dos grandes sucessos da Disney, arrecadando mais de 346 milhões de dólares mundialmente em sua bilheteria, e recebendo dois prêmios Oscar — a premiação mais importante do cinema — por Melhor Trilha Musical ou Comédia e Melhor Canção Original, graças a música "Colors of the Wind".

Descubra 5 curiosidades sobre Pocahontas.

1. Pocahontas da vida real

Como já falamos, a animação da Disney foi baseada em uma história real. Popularmente conhecida como Matoaka, seu nome de verdade era Amonute, e ela nasceu por volta de 1595 na região que hoje em dia corresponde a Jamestown, no estado americano da Virgínia. Ela era filha do líder da tribo Powhatan e, diferente da animação, não teve um relacionamento com John Smith, mas o salvou de ser morto por seu pai.

Na vida real, ela se casou com um homem britânico chamado John Rife, que prometeu libertá-la da condição de prisioneira dos colonos. O matrimônio do casal é considerado como o primeiro casamento entre nativo americano e um europeu já registrado.

2. A mãe de Pocahontas quase apareceu no filme

Normalmente, a Disney não coloca mães em suas animações. No entanto, o plano inicial era de que a mãe de Pocahontas aparecesse em seu filme, indo contra aquilo que normalmente é feito no estúdio. Tudo acabou mudando durante as pesquisas feitas pela equipe de produção, após descobrirem que Amonute não estava com a sua mãe tão frequentemente.

Dessa forma, eles preferiram retirar a personagem, deixando novamente uma princesa apenas com pai, para deixar a história um pouco mais correta historicamente.

3. Meeko quase não existiu

Após o lançamento do filme, muitas pessoas ao redor do mundo se apaixonaram por Meeko e Flit, os dois melhores amigos animais da princesa. O que quase ninguém sabe é que por muito pouco o querido guaxinim quase foi excluído da animação. Isso pois, inicialmente, a ideia eram ter três personagens que ficassem ao lado de Pocahontas: Meeko, Flit, e um peru com o nome de Readfather.

meeko
Cena de Meeko, Flit e Pocahontas / Crédito: Divulgação/Disney

No entanto, equipe passou a gostar tanto de Readfather que passaram a cogitar no corte do guaxinim e deixar apenas dois animais. Porém precisaram mudar de ideia após o dublador do peru falecer antes do lançamento.

4. Comemoração de aniversário?

Historiadores acreditam que a Pocahontas da vida real tenha nascido em 1595, mas não existem informações exatas sobre o mês e o dia de seu aniversário. Mesmo assim, a Disney decidiu prestar uma pequena homenagem e o filme foi lançado no ano em que Matoaka completaria 400 anos.

Amonute faleceu no dia 21 de março de 1617, com apenas 21 anos de idade, após ficar doente em uma embarcação enquanto voltava para a Virgínia após criar sua família na Ingaterra. A causa de sua morte também nunca chegou a ser comprovada, e existem diversas teorias onde afirmam que Pocahontas teria sido vítima de tuberculose, pneumonia, varíola, ou até mesmo envenenamento.

5. Percy, o pug, pode realmente ter existido

No filme, um outro animalzinho que chama muito a atenção é Percy, o pug inseparável do governador Ratcliffe que possui uma personalidade bem parecida com a do seu dono. Diferente do que possamos imaginar, ele não foi criado apenas para ser uma figura especial na trama, mas ele realmente pode ter existido na vida real!

De acordo com o site da revista Cosmopolitan, o diretor de pesquisa Mike Gabriel teria descoberto durante os seus estudos que, naquela época, era comum que a realeza britânica carregasse cães de pequeno porte em suas viagens. Sendo assim, é muito provável que durante a missão dos colonos que invadiram a tribo Powhatan, algum animalzinho estivesse presente.