Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Entretenimento / Personagens

Feliz aniversário, Draco! Há 42 anos, nascia o icônico Malfoy

Saiba mais sobre a história do famoso personagem da saga Harry Potter

Daniela Bazi Publicado em 05/06/2022, às 13h00

Tom Felton como Draco Malfoy nos filmes de Harry Potter - Divulgação/Warner Bros. Pictures
Tom Felton como Draco Malfoy nos filmes de Harry Potter - Divulgação/Warner Bros. Pictures

No dia 5 de maio de 1980, há exatos 42 anos, nascia na mansão da família Malfoy em Wiltshire, Draco, o único filho dos bruxos puro-sangue Lúcio e Narcissa, grandes apoiadores do Lorde das Trevas, Voldemort.

Sendo o principal rival de Harry Potter na saga que conquistou o mundo, o garoto foi criado dentro de uma atmosfera de pesar, já que Aquele Que Não Deve Ser Nomeado teve sua tentativa de dominar o mundo bruxo frustrada. Quando criança, fez amizade apenas com outras crianças puro-sangue, que também eram filhas de ex-Comensais da Morte e amigos de seu pai.

família malfoy
Lúcio, Narcissa e Draco Malfoy / Crédito: Divulgação/Warner Bros. Pictures

Assim como todos naquela época, o pequeno Malfoy cresceu escutando histórias e teorias sobre Harry Potter, o famoso Menino Que Sobreviveu. Uma das mais famosas afirmava que, por ter sobrevivido a um feitiço letal, Harry também deveria ser um bruxo das trevas extremamente poderoso, e Lúcio era um dos grandes defensores dessa hipótese.

Foi exatamente por esse motivo que, quando foi para Hogwarts, tentou se aproximar de Potter com o intuito de tentar conseguir alguma informação valiosa para repassar ao seu pai — mas sua tentativa também foi por água abaixo.

Em todos seus anos na escola de magia e bruxaria, Draco teve uma relação sensível com Harry — já que, conforme dito por J.K. Rowling através do site oficial Wizarding World, o garoto possuía uma certa inveja do Menino Que Sobreviveu —, e nunca poupou esforços para fazer com que ele fosse descredibilizado na frente dos outros.

A volta de Voldemort

A situação de Potter com o retorno de Voldemort, e o fato dele ter escapado pela segunda vez do feitiço do Lorde das Trevas fez com que o sentimento de raiva e inveja de Malfoy crescessem ainda mais. Nessa época, seu pai havia voltado a ser um Comensal da Morte, e vivia se reunindo com outros membros em sua própria casa, com Draco presenciando muitos desses momentos.

Através desses encontros, ele descobriu que o grande bruxo das trevas havia de fato retornado. Com a notícia, chegou até a ficar animado ao imaginar a vitória de Voldemort, e como ele seria aclamado em Hogwarts por ser filho de um dos grandes aliados de Você Sabe Quem.

No entanto, sua vida virou de cabeça para baixo quando estava no quinto ano após seu pai ser preso em Azkaban, perdendo a credibilidade que tinha com Aquele Que Não Deve Ser Nomeado e deixando o filho e a esposa nas mãos dos Comensais da Morte.

Com o pai longe, Voldemort ordenou que Draco matasse Dumbledore, e todos em sua volta acreditavam que ele não seria capaz de concluir a ordem. O jovem Malfoy então se uniu aos Comensais da Morte, e voltou para Hogwarts motivado a finalizar sua missão. Após muita pressão e duas tentativas falhas, ele conseguiu introduzir seus aliados na escola e o diretor realmente foi morto — mas não por ele, e sim por Snape.

Logo após, Lúcio e libertado de Azkaban, mas a situação dos Malfoy continuava delicada no ciclo dos Comensais da Morte e apoiadores de Voldemort. Durante a batalha de Hogwarts, Draco quase foi morto, mas acabou sendo salvo por Harry e Ron e, após a derrota do Lorde das Trevas, a família tentou evitar uma nova prisão fornecendo evidências dos seguidores de Você Sabe Quem que haviam fugido com o fim da guerra.

Todos esses acontecimentos foram responsáveis por moldar a vida adulta do jovem Malfoy. Depois de presenciar grandes horrores, ter suas crenças devastadas e ver pessoas no qual deveria odiar o ajudando — ou até mesmo salvando sua vida, como Harry — decidiu que não seguiria mais a doutrina dos bruxos puro-sangue, e se tornar um homem mais tolerante.

malfoy e família
Draco, Astoria Greengrass e seu filho Scorpius / Crédito: Divulgação/Warner Bros. Pictures

Assim, para a decepção de seus pais, casou-se com Astoria Greengrass, irmã de uma ex-colega da Sonserina que não possuía uma linhagem inteiramente feita de bruxos puro-sangue. A mulher também decidiu não aceitar mais os preconceitos contra trouxas, passando os novos ensinamentos para Scorpius, filho do casal.