Recreio
Busca
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Entretenimento / Walt Disney

É verdade que Walt Disney tinha um apartamento na Disneyland?

Descubra a verdade sobre o suposto apartamento secreto e privativo de Walt Disney em seu primeiro parque temático: a Disneyland

Walt Disney e os projetos da Disneyland - Hulton Archive/Getty Images
Walt Disney e os projetos da Disneyland - Hulton Archive/Getty Images

O Disneyland Park foi o primeiro parque da Disney a ser inaugurado. Aberto em 1955 em Anaheim, na Califórnia, o local foi inteiramente planejado por Walt Disney, ao mesmo tempo em que produzia a animação “A Dama e o Vagabundo”.

Para ter certeza de que tanto o filme como o parque ficassem da forma que imaginava, Waltrealizou inúmeras viagens da construção em Anaheim, para o Walt Disney Studios em Burbank, e sua casa localizada na Carolwood Drive em Los Angeles.

“Ele passava longas manhãs no estúdio, depois ia e voltava em Anaheim à tarde — era uma longa viagem”, revelou Diane Disney Miller, filha de Walt Disney, ao blog da The Walt Disney Family Museum.

Apesar de sua dedicação no estúdio, Diane revela que o pai estava focado na criação da Disneyland, e queria passar o máximo de tempo por lá. “Acho que ele sempre imaginou que teria que estar lá... ele gostaria de estar lá”, diz a herdeira.

Por esse motivo, o renomado cineasta tomou uma decisão: iria construir uma acomodação no parque, perto da Main Street, onde poderia trabalhar e descansar, além de ser uma opção para sua família ficar quando quisessem visitar o local — e assim foi feito.

O famoso apartamento foi construído acima do Corpo de Bombeiros da Town Square, sendo inteiramente decorado pelo decorador de cenários Emile Kuri, que também trabalhou em outras atrações da Disneyland, como o Plaza Inn e o Great Moments with Mr. Lincoln.

Walt Disney e sua família no quarto da Disneyland
Walt Disney e sua família no quarto da Disneyland / Crédito: Gene Lester/Getty Images

Conforme repercutido pelo blog da The Walt Disney Family Museum, Kuri não poupou elogios à Walt, onde afirmou que “Trabalhar com Walt Disney foi como trabalhar em outro mundo. Ele era o homem mais fascinante e dedicado que conheci.”.

Contendo temática vitoriana, o apartamento foi decorado com itens encontrados por Emile, além de peças que faziam parte da própria coleção pessoal de Disney e sua esposa, Lilian.

Walt Disney, sua esposa Lillian Disney e seus netos Joanna, Tamara, e Jennifer
Walt Disney, sua esposa Lillian Disney, e seus netos Joanna, Tamara, e Jennifer / Crédito: Tom Nebbia/Corbis/Getty Images

“Quando papai viajava, ele ia a pequenas lojas de antiguidades, e era lá que adquiria parte de sua coleção de miniaturas e bugigangas; pequenas xícaras de porcelana e outras coisas. Mamãe colecionou vidros de cranberry, e cranberry é a cor que domina este apartamento. Era um pequeno microcosmo do mundo vitoriano em vermelho cranberry — era lindo.”, diz Diane.

A acomodação, de fato, foi muito bem utilizada pela família Disney. No dia da inauguração da Disneyland, em 17 de julho de 1955, Walt revelou que tentou descansar um pouco no apartamento, mas foi incomodado pelos colegas.

“Resolvi descansar um pouco, então fui para a cama no quartinho acima do Corpo de Bombeiros. Todo mundo ficava me acordando, então me levantei e tranquei a porta. Quando acordei esta manhã, não consegui destrancar a maldita porta. Tive que gritar por socorro!”, revelou.

O quarto hoje em dia

Atualmente, o famoso quarto de Walt Disney ainda existe e pode ser visitado por qualquer um! Para isso, o visitante precisa reservar um horário no tour “Walt’s Main Street Story Tour” através do site oficial da Disneyland, que possui vagas super limitadas e que esgotam rápido. Mas é importante lembrar que, para conseguir, é preciso possuir o ingresso e a reserva para o mesmo dia.

No entanto, para aqueles que não conseguirem uma vaga para conhecer o apartamento por dentro, ainda é possível ter um pequeno vislumbre do lado de fora. Isso porque, ao se deparar com o prédio do Corpo de Bombeiros, os visitantes podem ver uma janela com um abajur aceso.

A luz em questão vem direto do quarto de Disney, e foi uma forma que o parque encontrou de mostrar ao público que, apesar do fundador ter nos deixado em 1966, ele sempre estará presente.