Recreio

Diretor de Esquadrão Suicida revela a verdade por trás de cena polêmica de Coringa e Arlequina

David Ayer desvendou o mistério por trás da cena do helicóptero e chocou fãs ao redor do mundo

Redação Publicado em 16/06/2020, às 17h55 - Atualizado às 17h57

Arlequina e Coringa no filme Esquadrão Suicida - Divulgação
Arlequina e Coringa no filme Esquadrão Suicida - Divulgação

Com a grande repercussão do Snyder Cut, a nova versão do filme Liga da Justiça que está prestes a ser lançada, o diretor de Esquadrão Suicida, David Ayer, também ficou animado com a ideia de um possível Ayer Cut, que contaria com as imagens cortadas da versão final do longa.

Recentemente, David fez uma revelação sobre uma cena polêmica da produção, envolvendo Coringa e Arlequina. O momento em questão se trata de quando o palhaço ataca o Esquadrão Suicida em uma tentativa de salvar a garota.

Durante a ação, eles estão em um helicóptero que acaba sendo atingido por homens sob ordens de Amanda Waller. A aeronave passa a cair e Arlequina cai em um prédio próximo ao local no qual estavam sobrevoando, enquanto seu amado acaba sendo dado como morto após a queda.

Segundo a teoria criada pelos fãs, Coringa teria empurrado sua própria namorada enquanto ainda estavam no ar, provavelmente com o intuito de matá-la. Ayer acabou confirmando que isso realmente aconteceu, porém, com intenções diferentes.

O diretor conta que, na realidade, a verdadeira motivação que passou pela mente doentia do personagem era de salvá-la e prevenir que algo pior pudesse acontecer com a queda do helicóptero.