Recreio

Como surgiram os Trolls?

Descubra de onde vem o mais novo sucesso da DreamWorks!

Daniela Bazi Publicado em 19/04/2020, às 08h00

Trolls da DreamWorks - Divulgação
Trolls da DreamWorks - Divulgação

Os primeiros bonecos Trolls surgiram em 1958, na cidade de Gjøl, na Dinamarca, sendo criados por um homem chamado Thomas Dam, que os esculpiu em um pedaço de madeira em sua própria casa, a frente da lareira. Os seres foram inspirados em personagens do folclore escandinavo e, após estarem prontos, o homem conseguiu convencer sua esposa de vendê-los no dia seguinte. 

Sua ideia foi um sucesso e, em pouco tempo, passou a receber encomendas cada vez maiores de suas encomendas. Com o tempo, Dam passou a adaptar sua criação para que a fabricação se tornasse mais eficiente. Em 1959, inaugurou sua primeira pequena fábrica em sua cidade natal, melhorando ainda mais sua produção em 1961, passando a utilizar plástico de PVC, que é o utilizado nos bonecos até os dias de hoje. 

No ano seguinte, eles se tornaram um sucesso mundial e expandiram sua rede de fábricas, abrangendo lugares da Nova Zelândia até a Flórida. O Good Luck Trolls, criado por Thomas e renomeado anos depois como Wishniks, passou a incentivar as crianças para que elas esfregassem os cabelos coloridos de seus bonecos como uma forma de boa sorte. 

Enquanto no mundo, durante a década de 1970, os Trolls perdiam a popularidade, no Brasil foi exatamente a época em que eles chegaram e permaneceram um sucesso até os anos de 1990. Nessa mesma época, o globo tinha a sua segunda onda de interesse pelos bonequinhos, após diversas marcas voltarem a reproduzir versões diferentes do boneco, mas que não durou muito tempo. 

Depois disso, eles passaram mais de uma década guardados nos baús dessa geração até que, em 2013, eles voltariam para o gosto do público com o lançamento do filme Trolls, da DreamWorks, que comprou os direitos autorais de Dam. O longa acabou sendo indicado para a maior premiação do cinema, o Oscar, mas não levou nenhuma estatueta para casa.