Recreio
Busca
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Entretenimento / A Dama e o Vagabundo

A clássica cena de 'A Dama e o Vagabundo' que quase foi descartada por Walt Disney

Uma das cenas mais clássicas de 'A Dama e o Vagabundo' quase ficou fora do filme após não ser aprovada por Walt Disney. Descubra qual!

Cena de 'A Dama e o Vagabundo' (1955) e Walt Disney - Reprodução/Disney e Apic/Getty Images
Cena de 'A Dama e o Vagabundo' (1955) e Walt Disney - Reprodução/Disney e Apic/Getty Images

Sendo um dos grandes clássicos da Disney, a animação “A Dama e o Vagabundo” foi lançada em 1955, e acompanha as aventuras de Dama, uma Cocker Spaniel mimada, porém adorável, que se perde de casa e conhece Vagabundo, um vira-lata que vive sem muitas preocupações, mas possui um grande coração, por quem se apaixona.

Durante o filme, o público acompanha o desenvolvimento do relacionamento dos dois cachorrinhos. Uma das cenas mais memoráveis do casal é quando vão para um jantar romântico e dividem um prato de espaguete, dando seu “primeiro beijo” após pegarem, acidentalmente, o mesmo macarrão.

Apesar dessa ser uma das cenas mais icônicas do universo das animações, sendo relembrada por fãs em todas as partes do mundo, ela quase foi descartada do filme pelo renomado cineasta Walt Disney, conforme revela o portal ScreenRant.

Cena quase excluída

Segundo o portal, ao ver a primeira versão dessa sequência, Walt teria ficado em dúvida se ela se encaixaria com a estética refinada proposta para o longa, duvidando do potencial da cena e a descartando logo em seguida. Em entrevista ao Yahoo Movies, Steven Vagnini, arquivista da Disney, revelou a reação do fundador do estúdio:

“Walt não estava convencido de que aquela seria uma cena muito clara”, disse Vagnini. “Como você pode imaginar, se você tem dois animais de estimação e eles comem um prato de espaguete, é difícil imaginar que isso seja gracioso demais”.

Durante o documentário “Lady's Pedigree: The Making of Lady and the Tramp”, Andy Gaskill, diretor de arte, afirma que a cena acabou sendo salva graças ao diretor de animação Frank Thomas, que decidiu não dar ouvidos à Disney e reanimou a sequência.

“Frank Thomas, um dos maiores animadores da empresa, foi contra a vontade de seus chefes e, mesmo assim, montou algo. Não estamos gratos por Frank realmente ter persistido, por não ter dado ouvidos a Walt? Ele disse: 'Não, vou fazer isso funcionar e vou mostrar a ele. Vou mostrar a ele que vai ser divertido’”, revelou Gaskill.