Recreio

CL fala sobre trabalho solo: 'Nunca quis desapontar meus fãs'

CL foi, pela primeira vez, capa de uma revista brasileira e falou sobre sua carreira e o grupo 2NE1

Redação Publicado em 25/11/2021, às 17h23

CL fala sobre trabalho solo: 'Nunca quis desapontar meus fãs' - (Foto: ATOM Studio)
CL fala sobre trabalho solo: 'Nunca quis desapontar meus fãs' - (Foto: ATOM Studio)

Recentemente, CL lançou seu primeiro álbum solo, intitulado ALPHAA artista, que antes era conhecida por ser uma das integrantes do grupo 2NE1, deu sua primeira entrevista para um veículo brasileiro, a Quem, e contou mais sobre sua carreira solo e seu tempo junto com o grupo.

"Para mim, era difícil conseguir ver [o impacto do 2NE1 na história do K-Pop] quando estava ali [no grupo]. Mas olhando para trás, eu enxergo como nós éramos [diferentes], aquelas que usavam tênis no palco e que se vestiam de modo diferente do que era o padrão dos ídolos de K-Pop naquela época. Eu tenho orgulho disso", comentou ela sobre o grupo que teve seu fim em 2017.

Já sobre a carreira solo, ela disse: "Eu acredito que 2020, quando saí do sistema do K-Pop e finalmente pude compartilhar minhas histórias com meus fãs, foi o início de tudo. É por isso que chamo de renascimento. Porque agora eu tenho minha liberdade criativa [para fazer tudo isso]. Eu sou uma artista independente agora, com minha própria equipe, e lançar meu primeiro álbum foi como uma declaração [desse novo início]".

"Eu nunca quis desapontar meus fãs por ter que adiar o lançamento do álbum e decepcioná-los é difícil. Mas eu preciso confiar na minha intuição de não acelerar [nada] por ninguém. A melhor parte é esse sentimento de que tomei o tempo que precisava e que finalmente posso dividir o ‘ALPHA’ com eles. O disco é sobre escolher o amor em vez do medo, foquei nisso e mostrei camadas de mim que os fãs nunca tinham visto antes", continuou ela.

Agora, de volta aos palcos, CL diz: "Meu passado é uma parte importante de quem sou hoje. Eu aprendi muito de cada experiência e cresci como artista. Quando crio música eu visualizo a performance no palco. Eu me vejo dançando, acrescento a moda e adiciono camadas nisso. A moda é tão importante [para mim], porque isso influencia na atitude ou na energia [da música] e também me ajuda a expressar as emoções da canção".