Recreio
Busca
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Entretenimento / Walt Disney

5 clássicas animações produzidas por Walt Disney

Além de fundar o estúdio que existe há mais de cem anos, Walt Disney produziu diversas das animações clássicas da Disney; descubra 5 delas!

Walt Disney - Screen Archives/Getty Images
Walt Disney - Screen Archives/Getty Images

Em 2023, a Disney completou 100 anos desde que foi fundada pelos irmãos Roy e Walt Disney e, ao longo do último século, o estúdio realizou o lançamento de diversas animações, entre elas, algumas que, de tão memoráveis, se tornaram clássicos, marcando gerações diferentes de crianças.

Mas, sabia que muitos desses títulos animados contaram com a produção do co-fundador do estúdio? Isso porque, além de empreendedor e animador, Walt Disney também era produtor cinematográfico e esteve por trás de grandes clássicos do estúdio; conheça 5 deles abaixo:

5. Cinderela (1950)

Cinderela
Cena de 'Cinderela' (1950) /Crédito: Reprodução/ Disney

Adaptação do conto publicado pelo escritor francês Charles Perrault em 1697, 'Cinderela' foi lançada pela Disney em 1950, se tornando o segundo filme de princesa do estúdio. Na época, a empresa não vivia uma boa condição financeira, e mesmo com o orçamento limitado, o filme se tornou um enorme sucesso, abrindo portas para uma expansão no estúdio e lançamento de títulos importantes como 'Alice no País das Maravilhas' (1951) e 'Peter Pan' (1953), que também contaram com a produção de Walt.

Vale lembrar que Cinderela foi nomeada como a princesa favorita de Disney, e a trama acompanha a personagem título da animação, que após a morte do pai, acaba mantida como empregada por sua madrasta e suas duas meias-irmãs. Mas tudo muda quando ela vai ao baile real e dança com o príncipe encantado, com quem ela acaba se casando. 

4. Bambi (1942)

Bambi
Cena da animação 'Bambi' (1942) /Crédito: Reprodução/Disney

História que aborda a jornada de amadurecimento de um jovem cervo, assim como apresenta o luto vivenciado após a perda de entes queridos, 'Bambi' foi lançado em 1942, quase dez anos desde que foi projetado, já que a ideia para a trama surgiu em 1933.

Ainda que tenha sido lançado na época de ouro da Disney, a narrativa acabou trazendo prejuízo ao estúdio, já que com a eclosão da Segunda Guerra Mundial (1939 — 1945), o mercado europeu foi fechado, e a maioria das produções que chegaram as telonas e telinhas nessa época não tiveram bons retornos, fazendo com que a Disney acumulasse uma dívida de 4 milhões de dólares ao fim do conflito.

3. Dumbo (1941)

Dumbo
Cena do filme Dumbo (1941) /Crédito: Reprodução/Disney

Acompanhando a trajetória do pequeno elefante de orelhas gigantes que podia voar, 'Dumbo', lançado em 1941, é um dos filmes de maior sucesso lançados entre a Segunda Guerra, se tornando um sucesso de bilheteria quando chegou aos cinemas. 

Por mais que o retorno tenha sido alto, o investimento foi mínimo devido ao inexpressivo lucro que animações anteriores trouxeram ao estúdio. Dessa forma, a animação se tornou o filme mais barato do estúdio (US$ 814 mil), e a decisão de Walt para baratear o título, foi que a animação fosse produzida em aquarela e que Dumbo não tivesse falas.

2. Pinóquio (1940)

Pinóquio
Grilo Falante e Pinóquio /Crédito: Reprodução/ Disney

Ao contrário de 'Dumbo', 'Pinóquio' teve um dos maiores investimentos da época: US$ 2,8 milhões. Ainda que não tenha sido um fracasso de bilheteria, o valor arrecadado não pagou o valor de produção do título, deixando o estúdio no vermelho.

No entanto, o filme, que apresenta Pinóquio, o boneco de madeira criado por Gepetto que sonhava em ser um menino de verdade, foi reconhecido no Oscar, ganhando a estatueta dourada nas categorias de Melhor Trilha Sonora e Melhor Canção, por "When You Wish Upon a Star".

1. Branca de Neve e os Sete Anões (1937)

Branca de Neve
Cena de ‘Branca de Neve e os Sete Anões’ /Crédito: Reprodução/Disney

O primeiro longa-metragem animado da Disney também passou pelas mãos de Walt Disney. Chegando as telonas em 1937, 'Branca de Neve e os Sete Anões', foi contra todas as previsões da época, já que apenas o produtor acreditava que a trama seria um sucesso.

Felizmente, ele estava certo, e a narrativa que apresenta a bela garota que é vítima de uma maldição lançada por sua madrasta, a Rainha Má, após ser considerada a mais bela do reino, foi amplamente prestigiada, além de ter concedido ao estúdio o título de primeiro filme americano a ter um álbum de trilha sonora lançado em conjunto com o longa-metragem.

Mais que isso, o filme também é pioneiro em outros temas: o primeiro totalmente a cores no mundo, o primeiro a ser produzido por Walt Disney, o primeiro filme de princesa do estúdio e o primeiro filme a ser considerado um clássico da Disney.