Recreio

10 curiosidades sobre as animações da Disney que você talvez não sabia

Conheça mais sobre as animações que ultrapassam gerações e conquistam o coração de todo o mundo

Daniela Bazi Publicado em 19/08/2020, às 18h51 - Atualizado às 18h55

Imagem promocional da Walt Disney Pictures - Divulgação/Disney
Imagem promocional da Walt Disney Pictures - Divulgação/Disney

As animações da Disney são amadas por milhares de pessoas, independente da época, lugar ou idade. Unindo famílias e amigos de todos os cantos do planeta, mesmo sendo tão reconhecidas, ainda existem muitas curiosidades sobre esses clássicos filmes que quase ninguém ouviu falar. Por isso, conheça agora 10 fatos que provavelmente você não sabia sobre as animações da Disney.

1. Toy Story 2 quase foi deletado

Enquanto ainda estava em fase de produção, por pouco Toy Story 2 não foi deletado, graças a um código que excluía tudo do sistema da Disney automaticamente. Porém, o dia foi salvo graças a uma das animadoras, que mantinha um backup em sua casa para trabalhar nos dias em que precisava ficar com os seus filhos.


2. Príncipe sem nome

Todo mundo conhece o príncipe de Cinderela como Príncipe Encantado. No entanto, ele nunca recebeu um nome de verdade. Este apelido passou a circular pelo público exatamente pelo fato de ninguém saber como chamar o rapaz, mas nem no filme ele é chamado assim.


3. Uma mistura de animais

Já parou para pensar em qual animal a Fera é inspirada? Dificilmente você conseguiria acertar a resposta, já que ela, na realidade, é uma enorme mistura de seis animais. Sua cabeça é inspirada em um búfalo, a juba em um leão, as presas em um javali, a testa em um gorila, o corpo em um urso, suas pernas e caudas em um lobo e, para lhe dar um ar no qual Bela pudesse se apaixonar, seus olhos são baseados em um humano.


4. Sem contato visual

Nas imagens em que contém todas as princesas da Disney juntas, nenhuma delas é colocada fazendo contato visual com a outra. O ato é feito de propósito, exatamente para manter uma ideia de que elas, na realidade, não fazem noção da existência da pessoa em seu lado, e que seja possível manter o conhecimento de suas próprias histórias individuais sem nenhuma alteração.

disney


5. Inspiração realista

Moana é um filme cheio de referências as ilhas no qual foi inspirada, na Polinésia. No entanto, algo que quase ninguém sabe, é que todas as roupas dos personagens foram desenhadas baseando-se nos materiais que realmente podem ser encontrados por lá, para se tornar o mais real possível.


6. Princesa silenciosa

Entre todas as princesas da Disney, Aurora é a que menos fala em seu filme. Apesar de ser a personagem principal, a garota possui apenas 18 linhas de diálogo em toda a animação.


7. Rosnados do lixo

Diferente do que muitos possam pensar, os rosnados de O Rei Leão não são baseados nos de um animal de verdade. Eles foram feitos por um homem chamado Frank, que gravou o áudio dentro de um estúdio com a ajuda de uma lata de lixo de metal.


8. Sem um dedo

Algumas pessoas acreditam que o Mickey Mouse pode possuir apenas quatro dedos por um possível erro na animação, ou por uma ideia maluca de Walt Disney, mas a realidade não é bem assim. O verdadeiro fato por trás deste questionamento é que, na época, acabou sendo mais barato animar o personagem com um dedo a menos e, mesmo após seu sucesso, ele permaneceu assim por ter se tornado uma característica do personagem.

disney


9. O nome verdadeiro de Boo

A adorável personagem de Monstros S.A, na verdade, não se chama Boo. Seu nome no mundo dos humanos seria Mary, e é possível chegar a essa conclusão graças a uma assinatura presente em um de seus desenhos dentro de seu quarto.


10. Nota sobre a meleca do Kristoff

Durante os créditos finais do primeiro filme de Frozen, existe uma nota em que a Disney diz não se responsabilizar pela opinião do público em relação a todo homem comer sua própria meleca, baseando-se da cena de Kristoff. Nela, eles enfatizam que a Walt Disney Company e os produtores não compartilham do mesmo pensamento, e que esta se trata de uma ideia que não representa o estúdio.