Recreio
Corpo Humano / Curiosidade

Por que sentimos cócegas nos pés?

A pele inteira possui terminações nervosas, mas algumas regiões possuem mais delas

Lucas Vasconcellos Publicado em 11/06/2020, às 10h00 - Atualizado em 12/11/2021, às 16h21

Por que sentimos cócegas nos pés? - Divulgação
Por que sentimos cócegas nos pés? - Divulgação

Diversas conexões nervosas estão espalhadas pelo corpo. Elas são responsáveis por detectar sensações diferentes, como dor, calor e frio. Entre essas conexões há uma especial, que percebe quando você é tocado (e até como você se sente emocionalmente). Nessa parte estão incluídas as cócegas! Depois de identificadas, as sensações são levadas para o cérebro, que fará você sentir (ou não) cócegas!

Toque especial

A pele inteira possui terminações nervosas, mas algumas regiões possuem mais delas: é o caso das plantas dos pés. Por isso, ao serem estimuladas, elas geram tanta cócega! Mas já reparou que não é qualquer toque na planta dos pés que cria essa sensação? Cada um tem um jeito diferente de perceber as cócegas – e isso varia até conforme o seu estado de humor.

A forma como você está se sentindo durante uma brincadeira determina a sua reação se alguém fizer cócegas em alguma parte mais sensível do seu corpo. Funciona assim: você sempre sente cócegas nas axilas; mas se está meio chateado naquele dia, a área estimulada não responderá da mesma maneira. Aí, tentar forçar a situação pode até causa dor!

De volta ao passado

Sentir cócegas é algo que herdamos durante o processo evolutivo dos primatas – mas outros mamíferos, como ursos e felinos, também percebem essa sensação. Os pesquisadores acreditam que as cócegas nos alertavam sobre perigo perto de áreas sensíveis do corpo. Tanto que, ao sentir cócegas nas axilas, você encolhe os braços e até se curva! Nesse processo evolutivo, o estímulo ganhou outra função: a de representar momentos de felicidade, como quando seus pais brincam com você!

Cadê o riso?

Se você já tentou fazer cócegas em você mesmo, deve ter percebido que o efeito é igual a zero risada! Ao tentar causar a sensação em você, é necessário mexer, por exemplo, os braços. Esse tipo de movimento, ligado a outros circuitos nervosos, desligam a área responsável pelas cócegas.

Cada um na sua!

Talvez você sinta mais cócegas do que outras pessoas. Isso tem a ver com o convívio que você tem com as outras pessoas. Por exemplo: se você passa por mais momentos felizes do que tristes, terá mais facilidade de sentir cócegas – o que pode ser mais difícil para quem sente muito medo ou dor.


Consultoria: Carlos Alberto Penatti (coordenador médico do Check-Up Fleury).