Recreio
Corpo Humano / Sentidos

O mistério dos cinco sentidos

Descubra fatos incríveis sobre os sentidos visão, olfato, paladar, audição e tato

Lucas Vasconcellos Publicado em 19/03/2022, às 14h00

Imagem ilustrativa de um olho - Pixabay
Imagem ilustrativa de um olho - Pixabay

Visão

1. Uma criança só tem a visão completamente formada, como a dos adultos, após os 5 anos de idade.

2. A retina dos olhos funciona como um filme fotográfico: é ali que a imagem vista é registrada, decodificada e enviada para o cérebro. Ela fica na par te de trás dos olhos e tem 130 milhões de células nervosas e sensíveis à luz.

3. Um olho saudável consegue distinguir até 10 mil tons de cores diferentes.

4. Piscamos, em média, 20 mil vezes por dia — essa frequência diminui até quatro vezes quando estamos lendo ou praticando alguma atividade que necessita de concentração.

Tato

1. Todo mundo tem impressões digitais. Ela surge no bebê ainda na barriga da mãe, por volta dos 3 meses. A função das impressões é aumentar a aderência dos dedos ao pegar objetos.

2. A pele é composta por cinco tipos de receptores nervosos. Graças a eles, sentimos dor, frio e calor.

3. Quando o assunto é tato, algumas das áreas mais sensíveis são as pontas dos dedos, as palmas das mãos, os lábios e a língua — isso acontece porque há mais terminações nervosas nessas regiões.

4. A língua também atua no tato: a temperatura e textura dos alimentos são registradas apenas no centro da língua. É por isso que você sabe diferenciar o leite de uma maçã, por exemplo.

Paladar

1. Nossa língua é capaz de perceber, em especial, quatro sabores: amargo, doce, salgado e azedo. Para isso, a gente tem papilas gustativas distribuídas ao redor da língua.

2. Além dos quatro sabores principais, a língua tem uma área chamada umami, responsável por reconhecer aminoácidos, como o glutamato — ele está presente, principalmente, em alimentos industrializados.

3. O paladar está diretamente ligado ao olfato: ao mastigar um alimento, o cheiro que é liberado nos ajuda a sentir o gosto da comida. É por isso que, quando o nariz está entupido, temos dificuldade em sentir os sabores.

4. Não existe uma língua igual à outra!

Audição

1. Nossos ouvidos captam ondas sonoras e as transmitem para o cérebro — que é quem realmente ouve e decodifica uma mensagem.

2. O sistema auditivo é muito sensível. Por isso, brincadeiras como tapas nas orelhas podem causar muita pressão e levar à perda de audição.

3. Mesmo quando dormimos, o cérebro continua ligado aos sons do ambiente. É assim que ouvimos o despertador tocar todos os dias ou acordamos se alguém chama nosso nome.

4. Por ano, a pele da região interna do ouvido cresce cerca de 3 centímetros. Ela vai se descamando à medida que outra camada cresce por baixo.

Olfato

1. Dentro do nariz, na parte de cima, fica a mucosa olfativa, onde se encontram 25 milhões de células especializadas. Elas são responsáveis por captar o cheiro e mandar impulsos para o sistema nervoso, que fica no cérebro. A partir disso, sabemos o que determinado odor nos causa (como nojo!).

2. Nosso nariz pode sentir até 1 trilhão de cheiros diferentes!

3. Ao nascer, o bebê reconhece a mãe pelo cheiro — esse é o primeiro sentido que se desenvolve bem no ser humano.

Sentido a mais?

Você já ouviu falar em sexto sentido? Muita gente usa esse termo para se referir à intuição. Embora a ciência não tenha evidências sobre a existência desse sentido, vale a pena levar em contar a percepção que só você tem do mundo. Por exemplo: aqueles sinais que um amigo dá quando está chateado com alguma coisa.