Recreio
Ciência / Invenções

Como surgiu a massinha de modelar?

Entenda a história por trás deste brinquedo tão amado pelas crianças

Letícia Yazbek Publicado em 07/05/2021, às 14h00 - Atualizado às 15h06

Imagem ilustrativa de uma criança brincando de massinha - Pixabay
Imagem ilustrativa de uma criança brincando de massinha - Pixabay

Na década de 1930, os irmãos Noah e Joseph McVicker trabalhavam em uma fábrica de sabão e produtos de limpeza da cidade de Cincinnati (Estados Unidos). Eles estavam tentando criar um produto que servisse para limpar o papel de parede das casas, removendo a poeira sem estragar o papel.

Noah e Joseph perceberam que o produto criado era ideal para as crianças — ele era divertido, não tóxico e reutilizável. Então, apresentaram amostras da massinha de modelar em escolas e jardins de infância de Cincinnati. Com o sucesso do produto, fundaram a empresa Rainbow Crafts, em 1956, e a massinha de modelar Play-Doh.

Primeiro, a Play-Doh foi vendida na seção de brinquedos da loja de departamento Woodward & Lothrop, em Washington (Estados Unidos). Depois, passou a ser comercializada em todo o país. Só havia a versão branca, que vinha em potes de 680 gramas. Em 1957, vieram as cores amarela, vermelha e azul.

Nas décadas de 1960 e 1970, a Play-Doh chegou a outros países e se tornou muito popular. Surgiram mais cores e potes de diversos tamanhos. Em 1991, foi adquirida pela empresa Hasbro, que vende o produto até hoje. Com o tempo, surgiram diversas marcas de massinha de modelar, vendidas em todo o mundo.