Recreio
Facebook RecreioTwitter RecreioInstagram Recreio
Ciência / Corpo Humano

Por que nós temos boas ideias enquanto tomamos banho?

Já reparou que costumamos ficar mais criativos durante o banho? Entenda como isso acontece

Letícia Yazbek Publicado em 10/01/2020, às 13h00 - Atualizado em 06/03/2022, às 11h00

Imagem ilustrativa de um chuveiro - Pixabay
Imagem ilustrativa de um chuveiro - Pixabay

Provavelmente você já teve uma grande ideia enquanto estava tomando banho, certo? Isso também pode acontecer quando estamos executando outras tarefas que não necessitam de muita atenção, como arrumar o quarto ou lavar louça.

E a Ciência tem uma explicação para esse fenômeno! Segundo os especialistas, quando entramos no chuveiro — uma ação corriqueira, que estamos acostumados a fazer — paramos de pensar em algo específico e nos desligamos do mundo exterior. Aí, a mente começa a vagar e a fazer novas associações, ativando áreas diferentes do cérebro.

Nesse momento de distração, o córtex pré-frontal (parte do cérebro responsável pela tomada de decisões) fica mais relaxado, e os neurônios entram em estado de repouso. Dessa forma, conseguimos realizar conexões criativas, tendo novas ideias e até encontrando as soluções para problemas. A água também nos ajuda a relaxar. A sensação de bem estar e prazer que temos durante o banho estimula a criatividade.

Além disso, os pesquisadores já observaram que o pico de criatividade não coincide com o ápice da atividade cerebral. Durante certo horáro do dia — que muda de pessoa para pessoa —, o cérebro atinge o estado em que está mais alerta. No entanto, nós estamos mais aptos a encontrar soluções criativas para um problema quando estamos fora desse estado de concentração.

Por isso, ao tomar um banho após acordar ou antes de dormir, quando estamos cansados ou com muito sono para prestar atenção em algo, estamos mais propensos a ter grandes ideias ou soluções.