Recreio
Ciência / Ciência

O que são os microrganismos?

Bactérias, protozoários, fungos e vírus convivem com a gente e podem ser bons ou terríveis para a nossa saúde

Sílvia Regina Publicado em 19/06/2020, às 10h00 - Atualizado às 16h35

Imagem ilustrativa de um microrganismo - Pixabay
Imagem ilustrativa de um microrganismo - Pixabay

Microrganismos são seres vivos unicelulares (com uma única célula) ou pluricelulares (com mais de uma célula) que só podem ser vistos no microscópio. Entram nessa categoria as bactérias, protozoários e fungos microscópios. Além deles, os vírus, apesar de não serem considerados células, são parasitas de outras células. Por isso, também são microrganismos.

Um simples aperto de mão pode transmitir microrganismos que causam doenças. Objetos contaminados, que passam de uma mão para outra, e gotículas de saliva (quando alguém tosse ou espirra) são outras formas de contágio. Os microrganismos também podem infectar o homem por meio de insetos, alimentos ou água contaminados, agulhas e até pelas fezes.

Lado bom

Provavelmente, as bactérias foram os primeiros seres vivos do planeta. Elas são fundamentais: fazem a decomposição da matéria orgânica (como em uma reciclagem). Assim, moléculas complexas ficam mais simples e podem ser reaproveitadas por outros organismos. Bactérias também estão presentes no intestino dos animais e dos humanos, onde trabalham na absorção de nutrientes.

Alguns protozoários são importantes para a manutenção da vida. Eles são encontrados em ambientes aquáticos e terrestres úmidos e servem de alimento para animais que vivem nesses locais. 

O pão que nós comemos precisou passar por um processo de fermentação antes de ficar pronto. Os responsáveis por isso são os fungos. Esses microrganismos também são usados na produção de vinho, iogurte, alguns queijos e até em medicamentos e vacinas.

Já os vírus, apesar de serem malignos, são usados na fabricação de vacinas contra as doenças que eles mesmos causam, como a gripe. Além disso, são aplicados no controle de pragas na agricultura.

Lado ruim

Algumas bactérias não são nada amigas do homem. Elas transmitem doenças, como coqueluche, leptospirose, pneumonia, tuberculose, tétano, entre muitas outras. Também são as causadoras das cáries: alguns tipos vivem na boca, se alimentam de restos de comida e produzem ácidos que vão corroendo os dentes.

Certos protozoários transmitem doenças. Entre as mais conhecidas está a malária: a fêmea do mosquito Anopheles, ao picar o homem, deposita protozoários na corrente sanguínea. Esses microrganismos também causam, por exemplo, Doença de Chaga e leishmaniose.

Quando você está com alguma coceirinha pelo corpo e recebe o diagnóstico de micose, saiba que há um fungo por ali. Além dessa doença, alguns deles, presentes em fezes contaminadas de pombos e morcegos, causam problemas nos pulmões.

Os vírus são parasitas que conseguem infectar outros organismos, como o ser humano e até bactérias. Além da gripe, causam, por exemplo, sarampo, caxumba, dengue e poliomielite.

Consultoria: Glaucia C. Inglez (coordenadora do Museu de Microbiologia do Instituto Butantan, São Paulo) e William V. de Souza (coordenador local do curso de Ciências Biológicas da Universidade Estácio de Sá).