natureza   / Curiosidade

Conchas são animais?

A concha, na verdade, tem a função de proteger o corpo do animal de ataques de predadores e variações de temperatura e umidade

Letícia Yazbek Publicado sexta 12 novembro, 2021

A concha, na verdade, tem a função de proteger o corpo do animal de ataques de predadores e variações de temperatura e umidade
Conchas são animais? - Pixabay

As conchas são carapaças protetoras dos moluscos, animais de corpo mole, como o caracol, caramujo, mexilhão, ostra e náutilo. Os moluscos não têm ossos na parte interna do corpo. Sendo assim, a concha tem a função de proteger o corpo do animal de ataques de predadores e variações de temperatura e umidade. Ela serve também como um esqueleto externo que dá sustentação para os músculos durante os movimentos.

Quando nascem, os moluscos são pequenas larvas. Glândulas presentes no manto (tecido parecido com a pele, que envolve as partes vitais do molusco) secretam as substâncias que endurecem e formam uma concha provisória, chamada protoconcha. Ao atingir a idade jovem, o molusco começa a formar a concha definitiva, que substitui a primeira.

Os principais componentes da concha são o carbonato de cálcio, retirado da água do oceano, e as proteínas, produzidas pelo próprio bicho. Eles vão formando camadas e a concha vai crescendo, ao redor do molusco. Conforme o animal cresce, a concha cresce junto — assim, o corpo do bicho continua cabendo nela.

Cada espécie produz um tipo de concha — por isso elas são tão variadas e aparecem em determinadas praias, dependendo da região em que o animal mora. A forma e o tipo de concha são características usadas na classificação dos moluscos. Esses animais estão divididos em três classes: os gastrópodes, os bivalves e os cefalópodes.

Gastrópodes: A concha única, em formato espiral, é caraterística desse grupo. O caracol e o caramujo são gastrópodes. A lesma, apesar de não ter conchas, também faz parte do grupo. Os gastrópodes são animais aquáticos ou terrestres, de ambiente úmido.

Bivalves: A concha é formada por duas peças, unidas por um ligamento. O mexilhão, a vieira e a ostra são exemplos de bivalves. Esses animais vivem em ambiente marinho e se alimentam de pequenos organismos que filtram da água.

Cefalópodes: Nesses animais, a concha pode não existir, como no polvo, ou ser externa, como no náutilo. Já a lula possui uma concha interna e reduzida, chamada de pena, que ajuda a dar rigidez ao corpo. Os cefalópodes têm cabeça grande, olhos bem desenvolvidos e oito ou dez tentáculos.

Além de formas diferentes, as conchas podem ter vários tamanhos e cores. Conchas de gastrópodes e bivalves podem ter pouco mais de 1 milímetro de comprimento. Já a maior concha conhecida é a da ostra Tridacna gigante. Esse animal pode ser encontrado no Oceano Pacífico, no litoral da Índia. A concha pode medir 1 metro de comprimento, pesar 200 quilos e viver até 50 anos.

As conchas são arrastadas pelo mar e chegam à praia, inteiras ou em pedaços, vazias ou com os moradores dentro. Se o molusco já tiver morrido e a concha estiver sem dono, ela pode ser usada como casa por outros bichos. Além disso, com o tempo as conchas se desfazem e ajudam a formar a areia.

Último acesso: 05 Dec 2021 - 00:08:09 (1100301).