escola   / Curiosidades

Como surgiram os sobrenomes?

Descubra a origem por trás dessa tradição realizada no mundo inteiro

Daniela Bazi Publicado sexta 26 fevereiro, 2021

Descubra a origem por trás dessa tradição realizada no mundo inteiro
Imagem ilustrativa de uma mulher em dúvida - Pixabay

Eles surgiram para diferenciar as pessoas que tinham o mesmo nome. Na Idade Média, era comum usar como sobrenome a ocupação da pessoa, o lugar onde morava, características físicas ou variações do nome do pai. Se um homem chamado John, por exemplo, fosse carpinteiro, passava a ser chamado de John Carpenter. Hoje os sobrenomes identificam as pessoas e as famílias a que pertencem, passando de uma geração para a outra.

Não existe uma data específica para quando os sobrenomes foram criados — na verdade, sabe-se muito pouco sobre a sua origem. Segundo o Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Campinas, os dados conhecidos afirmam que os primeiros possam ter surgido por volta do ano 1000 d.C., principalmente os italianos. Muitos sobrenomes foram criados até o século 16, no entanto, após esse período, eles começaram apenas a serem modificados.

A forma no qual eram utilizados também mudou bastante com as épocas. No Império Romano, por exemplo, eles seguiam a seguinte ordem: nome próprio, a designação do clã e por último o grupo familiar a que pertencia. Já na Idade Média, por volta do século 8, para diferenciar as pessoas eles as chamavam pelo nome do filho seguido pelo nome do pai. Como, por exemplo, “Gabriel filho do senhor Lucio”.

Foi apenas após a queda do Império Romano que muitos dos sobrenomes utilizados nos dias de hoje foram criados, onde muitos deles acabam sendo variações do nome normal de alguma pessoa. A obrigação de utiliza-lo, no entanto, surgiu apenas entre os anos de 1545 e 1563, quando a Igreja Católica criou o primeiro cartório do mundo para registrar a população. O intuito principal por trás dessa invenção foi para evitar que parentes se casassem.

Último acesso: 14 Apr 2021 - 00:51:12 (1101919).