Conhecendo o Now United: a história de Sabina Hidalgo, do México

Apesar de ter sofrido bullying quando mais nova, seu amor pela arte e o apoio da família foram capazes de superar as dificuldades

Daniela Bazi Publicado sexta 16 outubro, 2020

Apesar de ter sofrido bullying quando mais nova, seu amor pela arte e o apoio da família foram capazes de superar as dificuldades
Sabina, a representante do México no Now United - Divulgação/Instagram

María Sabina Hidalgo Paño nasceu em 20 de setembro de 1999, em Guadalajara, no México. Seu nome veio de uma famosa curandeira do povo indígena mazateca, chamada María Sabina, e que vivia no sul de seu país em uma região denominada Sierra Mazateca, no estado de Oxaca.

Desde muito nova, um de seus maiores sonhos sempre foi criar sua própria família, se casar com a pessoa que ama e ter belos filhos. Porém, quando ficou mais velha, percebeu que também tinha outros sonhos no qual precisava focar, como o seu intenso desejo de deixar sua marca no mundo, inspirar milhares de outras pessoas a também irem atrás daquilo que mais almejam e dançar.

sabina
Sabina Hidalgo em sua infância / Crédito: Divulgação/Youtube/Now United

A primeira vez em que Sabina notou que gostaria de ser dançarina foi quando tinha apenas três anos, após realizar uma performance em que seus pais foram assisti-la e ter amado toda a experiência. Em seu vídeo na série Meet Now United, no YouTube, a mexicana diz “A dança vem muito fácil para mim, parece muito natural. Não é um esforço”.

Ela começou a se interessar mais profundamente pela música — principalmente pelo ritmo Reggaeton — após escutar a canção La Gasolina, do cantor e rapper porto-riquenho Daddy Yankee, lançada em 2010. Atualmente, a estrela é apaixonada pelo grupo masculino de pop latino CNCO, e é frequentemente vista utilizando roupas da banda e tendo momentos de fangirl nas redes sociais.

cnco
Grupo CNCO para o clipe música De Cero / Crédito: Divulgação/Sony Music Latin

Mesmo que em seu país muitos pais acabam tendo receio por seus filhos ingressarem carreira na arte, Hidalgo sempre teve o apoio de sua mãe Ale e seu pai Fernando, que a diz constantemente para “Fazer aquilo que lhe faz feliz”. A artista acredita que essa diferença de pensamento ocorre principalmente por ambos serem muitos jovens — Ale tinha apenas 17 anos quando a teve — e não terem tido a oportunidade de cumprirem seus próprios sonhos. Por isso, passaram a apoiar incondicionalmente os seus desejos e o de sua irmã mais nova, Luna, independente do que fosse.

Apesar de ter um talento natural e contar com o apoio de sua família, Sabina diz que nem sempre foi fácil persistir com seu objetivo pois sofreu com muito bullying quando era mais nova. Ela nunca descobriu o motivo verdadeiro por trás do ódio, e diz nunca ter machucado ninguém para receber este tipo de atitude. Porém, com o passar dos anos, a cantora afirma ter percebido que “Pessoas que praticam bullying são vazias por dentro. As ações delas não definem você, só definem elas mesmas”. Desde então, ela decidiu não focar em mais nada, apenas em sua dança.

Em 2017, descobriu sobre as audições para um projeto que pretendia unir jovens de diversos lugares do mundo para a criação do primeiro grupo pop multinacional e se inscreveu não só como dançarina, mas também como cantora. Na época, ninguém ao seu redor sabia que ela poderia cantar tão bem quanto dançava. Sabina acabou sendo selecionada para os treinamentos em Los Angeles e, em 21 de novembro do mesmo ano foi anunciada como a representante do México no Now United.

Último acesso: 21 Oct 2020 - 21:13:29 (1101262).