A verdade por trás da lenda de Mulan, a maior guerreira da China

Desde o século 5, é contada a história de uma jovem que se juntou ao exército para salvar seu país. Afinal, Mulan de fato existiu?

Alana Sousa Publicado quinta 8 outubro, 2020

Desde o século 5, é contada a história de uma jovem que se juntou ao exército para salvar seu país. Afinal, Mulan de fato existiu?
Imagem promocional do live-action de Mulan (2020) - Divulgação/Disney

Mulan é uma das animações mais amadas dos estúdios Disney, lançada em 1998, hoje é considerada um clássico do cinema. Na obra, é contada a história de uma jovem chinesa que toma o lugar de seu pai no exército e luta pela China, tornando-se uma grande heroína.

Apesar de no filme nos depararmos com elementos fantásticos, como animais que falam e músicas cantadas pelos personagens, a narrativa principal é muito conhecida no país asiático. Considerada por muitos como um dos contos chineses mais populares. Mas, afinal, existiu de verdade uma Mulan?

Há uma lenda que perpetua desde o século 5 na qual uma jovem chamada Hua Mulan (traduzido para o português como Fa Mulan) assume o lugar de seu pai na guerra — que é variada de conto para conto —. Por temer pela saúde de seu progenitor, Mulan pega sua armadura e se junta ao exército.

A jovem chinesa luta por cerca de dez anos, mantendo sua identidade em segredo, até que ao liderar o exército para a vitória em uma batalha final, recebe uma recompensa do Imperador. Mulan deseja então o direito de voltar para a casa como seu prêmio. Em outras versões da lenda, a heroína morre de suicídio após ser assombrada com lembranças da guerra.

++Leia a matéria completa no site Aventuras na História, parceiro da Revista Recreio.

Último acesso: 02 Dec 2020 - 16:16:22 (1101227).