ciencia   / Ciência

Quais são as camadas da atmosfera?

A atmosfera terrestre é dividida em cinco partes, que apresentam características diferentes

Letícia Yazbek Publicado sábado 30 maio, 2020

A atmosfera terrestre é dividida em cinco partes, que apresentam características diferentes
Saiba mais! - Divulgação

A atmosfera é a camada gasosa que envolve a Terra. Ela é formada por oxigênio, nitrogênio, argônio, hélio, dióxido de carbono, ozônio e vapor de água. A atmosfera é muito importante para a manutenção da vida na Terra.

Ela mantém a temperatura do planeta equilibrada, protege contra o impacto de meteoros e filtra os raios ultravioleta. A atmosfera é formada por cinco camadas, cada uma com características distintas, como temperatura e altitude.

Há várias classificações das camadas da atmosfera, que levam em conta diferentes fatores, como a composição do ar. A mais utilizada divide a atmosfera de acordo com a variação de temperatura. De acordo com essa divisão, a atmosfera terrestre é composta pela troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera e exosfera.

Perto de nós

A troposfera é a camada mais próxima da crosta terrestre. É nessa camada em que os seres humanos, animais e plantas vivem e respiram. A troposfera vai do nível do mar até 17 quilômetros de altura nas regiões dos trópicos e pouco mais que 7 quilômetros de altura nas regiões polares.

Nessa camada, as temperaturas podem variar de 40 graus Celsius a 60 graus Celsius negativos – quanto maior a altitude, menor a temperatura. Na troposfera ocorre a formação de chuvas, nuvens e relâmpagos, além da poluição do ar. Os aviões, helicópteros e balões voam nessa camada.

Filtro solar

Segunda camada mais próxima da Terra, a estratosfera se estende do fim da troposfera até 50 quilômetros acima do nível do mar. A temperatura varia entre 0 grau Celsius e 60 graus Celsius negativos. É na estratosfera que se localiza a camada de ozônio, que funciona como uma barreira, protegendo a Terra dos raios ultravioleta emitidos pelo Sol.

Essa camada tem uma pequena quantidade de oxigênio. Para chegar até ela, é preciso usar uma roupa especial, que garanta a respiração. Aviões supersônicos e balões de medição meteorológica podem atingir a estratosfera.

Muito frio!

A mesosfera é considerada a camada mais fria da atmosfera: a temperatura vai de 0 grau Celsius a 100 graus Celsius negativos. Ela vai do final da estratosfera até 80 quilômetros de altura a partir do nível do mar.

Na mesosfera acontece o fenômeno da aeroluminescência – os raios luminosos reagem com os gases presentes ali e criam luzes brilhantes. Também se formam as nuvens noctilucentes, compostas por pequenos cristais de gelo que só são visíveis quando iluminados por baixo, no pôr do sol.

Fatia de eletricidade

A camada mais extensa é a termosfera. Ela tem início no fim da mesosfera e se estende até 500 quilômetros de altura do solo. O oxigênio atômico (átomos individuais de oxigênio) presente na termosfera absorve energia solar, fazendo com que ela atinja temperaturas próximas a 1.000 graus Celsius.

A termosfera protege a Terra dos meteoros – ao entrar em contato com os íons (partículas carregadas de eletricidade) que existem por lá, eles se fragmentam em milhares de pedaços. Também é aqui que o vento solar é interceptado pelo magnetismo da Terra e direcionado para os polos, formando a aurora boreal.

Quase no espaço

A exosfera é a camada que antecede o espaço sideral. Ela vai do final da termosfera até 800 quilômetros de altura do solo, onde começa o espaço. Na exosfera, o ar é muito rarefeito e a temperatura chega aos 1.000 graus Celsius. Nessa camada não existe gravidade – as partículas se desprendem da Terra com facilidade. É nela que ficam os satélites de transmissão de informações e telescópios espaciais que orbitam a Terra.


Consultoria: Ricardo de Camargo e Tércio Ambrizzi (professores do Departamento de Ciências Atmosféricas da USP).

Último acesso: 04 Dec 2021 - 23:01:10 (1086556).

Leia também