ciencia   / Invenções

Como os perfumes são feitos?

Entenda como funciona o processo de criar a fragrância, identidade e embalagem de um perfume

Letícia Yazbek Publicado sexta 3 julho, 2020

Entenda como funciona o processo de criar a fragrância, identidade e embalagem de um perfume
- Getty Images

As flores têm um truque infalível para atrair borboletas: o perfume. E a gente também adora sentir um cheiro bom. Por isso, povos antigos já usavam perfumes. Para criar essas poções, eles buscavam ingredientes na natureza. A partir de madeiras, flores, frutos e sementes, obtinham óleos cheirosos chamados de essências. Com o tempo, as pessoas descobriram que as essências ficavam melhores se misturadas com álcool, água e outras substâncias. Assim, surgiram os perfumes.

Hoje muitos deles são feitos com essências criadas em laboratórios. Com elas, os cientistas fazem várias misturas, mudando a quantidade de cada ingrediente até conseguir um cheiro diferente.

Há perfumes com mais de 100 substâncias, mas algumas sempre se destacam: existem os florais (com mais cheiro de flor), os de frutas e até os de madeira. Um perfumista costuma ter 2,5 mil ingredientes para combinar e fazer invenções perfumadas – só a rosa, por exemplo, tem mais de 20 cheiros diferentes!

Antes de começar a mistura de ingredientes, o perfumista recebe informações sobre o conceito do produto que vai fazer (como o público que irá consumi-lo). Com base nesses dados, é possível criar uma identidade para a embalagem e a fragrância. Depois, ele começa a compor a fórmula: pode combinar de até 300 ingredientes para encontrar o perfume ideal. No final, algumas combinações são testadas por consumidores.

Depois que a fragrância é definida, começa a produção em larga escala. A matéria-prima do perfume é pesada e guardada em tonéis para ganhar intensidade. De lá, o líquido desce por tubos até a máquina responsável por colocá-lo em frascos. Uma máquina monta a tampa, enquanto outra coloca a embalagem. Depois de pronto, o produto vai para um armazém na fábrica e segue para as linhas de distribuição, como lojas físicas ou representantes de vendas.

Sabia que o mesmo perfume libera cheiros diferentes dependendo de quem usa? É que existe uma reação química entre a pele e o perfume. Além disso, o cheiro no corpo muda durante o dia. Os aromas têm três fases, chamadas de notas.

Logo que abrimos o vidro, sentimos a nota de saída, que dura uns 15 minutos. Depois entra em ação a nota de corpo - o cheiro que fica na pele por umas 4 horas. Aí, você sente as notas de fundo, que permanecem na pele por cerca de 5 horas.

Último acesso: 27 Sep 2020 - 00:19:32 (1100120).