ciencia   / Personagens

Albert Einstein: Conheça a vida e obra do físico alemão

O famoso cientista já foi expulso da escola e, no início da infância, não era considerado inteligente

Débora Zanelato Publicado quarta 29 abril, 2020

O famoso cientista já foi expulso da escola e, no início da infância, não era considerado inteligente
- Wikimedia Commons

Nascido em 14 de março de 1879, em Ulm, Alemanha, Albert Einstein foi um físico teórico considerado um dos maiores cientistas da História. Ele foi responsável por criar a Teoria da Relatividade Especial, por comprovar que átomos existem e até por dizer que, no espaço, o tempo passa mais devagar do que na Terra.

O bebê Albert Einstein era considerado diferente das crianças da mesma idade. Ele demorou mais do que os outros para aprender a falar, e muitos afirmavam que ele não seria muito inteligente.

Aos 5 anos, ficou encantado com uma bússola que ganhou. Queria saber como aquela agulha conseguia apontar para o norte. O que a empurrava para esta direção? Por que não dá para ver o que a empurra? Com ele era assim: se não entendia alguma coisa, quebrava a cabeça o tempo que fosse para compreendê-la.

Ainda criança, ele aprendeu álgebra e geometria com o tio, o engenheiro Jakob, e, com a mãe, aprendeu a tocar violino. Antes de Einstein entrar na escola, os pais contataram uma professora particular para o garoto. Mas ela não aguentou o menino e pediu demissão! Como Albert nunca aceitou um “porque sim” como resposta, o espírito questionador deve fez com que a professora abandonasse as aulas.

Einstein não gostava da escola em que estudava O jovem não concordava com o método de ensino (os professores faziam os alunos repetirem mil vezes as mesmas coisas até decorarem) e queria sair da escola o quanto antes. Mas nem precisou pedir para sair. Foi expulso pelos diretores!

Aos 16 anos, ele começou a pensar em como seria viajar na velocidade da luz. A partir de então, passou a se dedicar a responder questões muito complicadas da física. Einstein começou a ficar famoso quando divulgou a Teoria dua Relatividade Especial. A explicação é simples - segundo ela, não existe movimento absoluto. Mesmo quando estamos parados, continuamos em movimento, pois o planeta está se mexendo.

Depois que Einstein saiu da escola, começou a procurar empregos, mas ninguém o aceitava. Ele chegou a mandar muitos currículos anexados às teorias para várias universidades, mas teve todos os pedidos recusados. É provável que, quando liam os estudos, as pessoas não entendiam nada.

Einstein começou a publicar seus trabalhos e teorias, tornando-as públicas ao mundo, a partir de 1905. Aí, não demorou para que os outros cientistas perceberem que um novo gênio estava surgindo – mas estranhavam que ele não fosse nenhum professor conhecido de universidade. E as teorias dele eram tão inovadoras que incomodava o pessoal da ciência.

Quando Einstein começou a dar aulas na Universidade de Zurique, em 1909, os alunos estranharam. O professor levava alguns bilhetes com o conteúdo das aulas anotados neles e queria que os alunos ficassem perguntando coisas. E eles não estavam acostumados com isso - na época, o normal era ficar quieto, só ouvindo o professor falar. Depois, ainda por cima, Einstein queria continuar as aulas na lanchonete.

Foi em 1911, aos 32 anos, que Einstein começa a ficar verdadeiramente famoso. Tinha mais dinheiro e vivia bem. Aí, muitas universidades disputavam por ele! Queriam a qualquer custo ter o gênio Albert Einstein entre os professores.

Einstein desenvolveu várias teorias. Só que muitas delas não tinham como ser comprovadas, pois nem havia tecnologia suficiente. Mas Einstein não se preocupava com isso. Ele também era visto pelas pessoas como alguém muito à frente da época, como se ele fosse muito bom para ser compreendido. Em 1921, ele ganhou o Prêmio Nobel da Física, o maior da área.

Quando Einstein morreu, em 18 de abril de 1955, o corpo dele foi cremado, mas o cérebro doado ao cientista Thomas Harvey. O cérebro do gênio pesava menos do que a média para os homens e também era quatro centímetros menor do que a média.

Último acesso: 27 Sep 2020 - 00:02:03 (1100137).