ciencia   / Curiosidades

10 perguntas que você provavelmente já se fez

Nárnia existe de verdade? Nós podemos viajar no tempo igual nos filmes? E por que nossa cabeça não para de pensar? Descubra!

Publicado sexta 17 setembro, 2021

Nárnia existe de verdade? Nós podemos viajar no tempo igual nos filmes? E por que nossa cabeça não para de pensar? Descubra!
Cena do filme As Crônicas de Nárnia: O Leão, a Feiticeira e o Guarda Roupa - Divulgação/Disney

1. O reino de "As Crônicas de Nárnia" existe de verdade?

Esse reino não existe nem na vida real nem nos livros — a não ser para as pessoas que já morreram! Na história, por meio de um guarda-roupa, os irmãos Pevensie são transportados para o país em que vive o leão Aslam — onde, acreditam, fica Nárnia. Porém, em A Última Batalha, livro que encerra a série, é revelado que só vai para A Verdadeira Nárnia aqueles que morrem e são merecedores. Ou seja, eles passaram o tempo todo em outro lugar.

2. Por que a nossa cabeça não para de pensar?

Pensar é uma tarefa que faz parte da atividade normal do cérebro e significa que as nossas células nervosas estão trabalhando. O pensamento surge da comunicação entre elas. Se não fazem isso, elas enfraquecem e acabam morrendo. Assim, produzir pensamentos é como uma obrigação das células. Não conseguimos parar de pensar porque é uma atividade involuntária do nosso corpo, como os batimentos do coração.

3. Qual é o macaco mais inteligente do mundo?

É o chimpanzé! Essa é uma das poucas espécies que fabricam objetos para executar uma tarefa. Por exemplo: para caçar cupins, o chimpanzé busca um graveto, retira as folhas e corta a madeira na medida certa para colocá-la nos buracos dos cupinzeiros. Também há registros de chimpanzés usando folhas mastigadas como se fossem esponjas para pegar água em buracos de troncos de árvores!

4. O que faz o planeta Vênus ser muito quente?

A razão está na atmosfera de Vênus, que é muito densa e rica em gás carbônico. Isso faz com que o calor vindo do Sol fique preso, criando o efeito estufa mais forte do sistema solar. A temperatura média por lá é de 461 graus Celsius! O mesmo não acontece em Mercúrio, apesar de esse planeta estar mais perto do Sol do que Vênus. É que Mercúrio não tem atmosfera para reter o calor — por isso, os termômetros por lá chegam a até 220 graus Celsius negativos!

5. De onde vem o granizo?

Para que o granizo se forme, só é preciso existir calor e umidade. Quando está quente, mais água dos rios e dos mares evapora. As moléculas desse vapor se chocam, aumentando de tamanho e formando as nuvens, como a do tipo Cumulonimbus — que fica a até 25 quilômetros de altitude, onde a temperatura é muito baixa e o vapor d’água se transforma em gelo. Então, quando as Cumulonimbus estão muito grandes e pesadas, e já não conseguem manter o gelo dentro delas, o granizo cai.

6. De que forma surge um galo na cabeça?

Quando tomamos uma pancada na cabeça, vasos sanguíneos que estão debaixo da pele se rompem e o sangue vaza. Aí, ocorre uma inflamação, o fluxo de sangue e de outros líquidos corporais aumenta, fazendo a pele subir e formar um caroço — o galo. O local também pode ficar vermelho ou roxo por causa da concentração de sangue na região. Depois de alguns dias, o sangue é reabsorvido pelos vasos sanguíneos e o galo desaparece, assim como o hematoma.

7. O que são vitaminas?

São substâncias encontradas nos alimentos e muito importantes para os seres humanos. Elas nos ajudam a crescer de forma saudável, evitam doenças, melhoram a visão, mantêm a pele mais brilhante e os cabelos fortes. Por exemplo: a vitamina A ajuda na formação e crescimento dos ossos — ela está presente na alface e na couve, por exemplo. Já a vitamina C, encontrada em alimentos como a laranja e o limão, ajuda o sistema imunológico a ficar forte. E a vitamina E, que está em frutas e leite, melhora o raciocínio e a concentração.

8. Por quantos anos um dinossauro vivia?

Estima-se que dinossauros muito grandes, como o argentinossauro (com 40 metros de comprimento), viviam entre 80 e 90 anos. Já Sue, o mais famoso esqueleto de Tiranossauro rex, com 12 metros de comprimento e 7 toneladas, morreu com 29 anos de idade. E um estudo feito com os ossos do Bothriospondylus, um saurópode pescoçudo, revelou que ele viveu até os 43 anos (e 18 metros de comprimento).

9. Como se começou a marcar o tempo?

Foi há muito tempo! Sabe-se, por exemplo, que os caçadores do período Paleolítico, entre 3 milhões e 10 mil anos atrás, marcavam o tempo por meio dos astros. Assim, conseguiam saber quando ocorriam as mudanças de estações e qual era a influência disso na natureza. Mais tarde, eles começaram a marcar o tempo contando os dias entre as fases da Lua. Tempos depois, os sumérios (povo que viveu na Mesopotâmia, região do atual Iraque, por volta do ano 3 mil antes de Cristo) criaram um calendário que dividia o ano em 12 meses de 30 dias cada. Cada dia possuía 12 períodos — equivalentes a 2 horas. Esse método foi sendo adaptado até chegarmos à contagem atual de tempo.

10. É possível viajar no tempo?

É possível ir para o futuro! Viajar no tempo envolve velocidade: quando a velocidade aumenta, o tempo passa mais devagar — mas só podemos sentir isso se a velocidade for muito alta. Vamos dar um exemplo: se você entrasse em um foguete muito rápido, poderia passar apenas alguns dias nele enquanto 1 ano inteiro é percorrido na Terra. Já uma viagem para o passado é mais complicada — cientistas acreditam que isso pode acontecer se, em algum momento, o Universo começar a encolher (hoje, ele está em expansão, fazendo o tempo andar para frente).

Último acesso: 03 Dec 2021 - 04:46:56 (1103054).