Zoo

Machos que são superpais!

Eles cuidam dos filhotes

Não são só as fêmeas que tomam contam dos filhotes na natureza. Muitos machos assumem essa função ou dão a maior força para as mamães. Conheças alguns desses papais nota 10!

Grávido!
O cavalo-marinho pai começa a cuidar dos filhotes antes mesmo do nascimento. Logo que a fêmea coloca os ovos, eles são guardados em uma bolsa localizada na cauda do macho, onde são fertilizados. É como se o pai estivesse grávido. A barriga dele até cresce! Depois de mais ou menos 50 dias, pequenos filhotes transparentes, com apenas 1 centímetro de comprimento, são expelidos. Até mil jovens peixes nascem de uma só vez! E a primeira coisa que eles fazem é subir até a superfície do mar para respirar. Mas, assim como o pai, nadam bem devagar.

Proteção contra o frio
Depois que a fêmea do pinguim-imperador coloca o ovo, ela sente muita fome. Então, precisa ir até o oceano para conseguir comida. Essa viagem dura dois meses e, enquanto isso, quem cuida do futuro filhote é o pai. Ele guarda o ovo entre os pés para que se mantenha quente. Isso pode até parecer fácil, mas lembre-se que acontece durante a época mais gelada do ano, na Antártida. Quando o filhote nasce, o pai dá comida a ele pela primeira vez. Uma glândula do esôfago do macho produz uma espécie de papa que lembra leite. Toda essa missão é tão desgastante que o pinguim perde a metade do peso - e só pode se alimentar de novo depois que a mãe voltar. Durante alguns meses, o casal captura peixes para o filhote até que ele aprenda a pegar a própria refeição.

Que paizão!
A mamãe avestruz é bem sortuda: o macho dá a maior ajuda a ela quando um filhote está para chegar (e depois que ele nasce também). Para começar, o futuro pai prepara um bom ninho, que, normalmente, é um buraco cavado no chão. Ele também faz uma espécie de revezamento com a fêmea na hora de chocar o ovo. Por causa da diferença de cores entre eles (o macho tem plumagem preta e a fêmea, cinza), ela fica responsável pelo turno do dia e ele, pelo turno da noite. E, depois que o pequeno avestruz nasce, ganha a proteção do pai até ficar adulto!

Divertido e cuidadoso
Por causa do nome e tamanho (é o maior canídeo da América do Sul), o lobo-guará deixa muita gente com medo. Mas fique sabendo que o macho dessa espécie é um pai superfofo. Como é muito rápido e esperto, procura e traz comida para a fêmea e para os filhotes (normalmente, são dois). Eles se alimentam de pequenos roedores, répteis e aves. O macho também é o responsável por manter a família em segurança e fica alerta para proteger todos eles. Além disso, é muito divertido e adora brincar com os pequenos.

Protetor e professor
O sagui é considerado um dos melhores pais primatas que existem. A fêmea costuma ter dois filhotes e, como não consegue carregar os dois, o macho entra em ação. Por isso, está sempre com um bebê agarrado no peito. Aí, quando chega a hora de mamar (isso acontece até os 6 meses de idade), eles trocam de colo por um tempo. Para andar entre a mata, o pai segura os dois filhotes ao mesmo tempo e os protege das aves de rapina. Ele também ensina os bebês a conseguir comida, mostrando a eles como se faz: usa as garras para retirar insetos de dentro das árvores. Quando chegam aos 15 meses, os jovens já podem viver sozinhos.

Família unida
O macho do pica-pau parece superdesencanado no desenho da televisão. Mas, na verdade, é um pai muito preocupado e cuidadoso. Junto com a fêmea, constrói um ninho bem seguro dentro do tronco de uma árvore e, logo que ela coloca o ovo, ajuda a chocá-lo. Quando o filhote nasce, dá a ele muita atenção. Sai em busca de comida, normalmente insetos que captura com o bico e a língua dentro das árvores. E se o alimento for muito grande, ele o tritura e o coloca na boca do filho.



24/01/2017 - 12:30

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui