Zoo

Livre seu pet dos carrapatos

O carrapato é um parasita que se alimenta do sangue de outros animais, como o dos cachorros. Trata-se de um ser minúsculo, que tem entre 1,25 milímetro e 1,2 centímetro de diâmetro. O carrapato vive no solo, sempre à procura de um hospedeiro. Quando encontra, anda pelo corpo do pet até encontrar um local onde não possa ser arrancado com facilidade. Depois, coloca o aparelho sugador na pele do cão e se alimenta do sangue do animal. O carrapato pode ficar grudado na pele durante horas, até terminar de se alimentar.

Descubra, a seguir, o que fazer se isso acontecer com o seu cachorro!

Sintomas

Um cãozinho com carrapato pode ter coceira, febre, falta de apetite, cansaço, desânimo e gengivas pálidas. O parasita costuma causar anemia e doenças que destroem os glóbulos brancos e vermelhos, afetando o organismo do cachorro. Por isso, se seu pet for ativo e começa a ficar mais tempo deitado e sem vontade de brincar, leve-o ao veterinário.

Como se livrar dos carrapatos?
Se você encontrar um carrapato no corpo do seu cachorro, não retire o parasita com a mão. Isso pode fazer com que alguma parte do carrapato fique presa no seu animal, o que pode causar infecções. O ideal é aplicar algumas gotas de vaselina no local e esfregar com cuidado, até que o bicho saia. Outra opção é usar uma pinça própria para isso, encontrada em pet shops. Com o acessório,­ segure o carrapato bem perto da pele e puxe até ele se soltar.
Existem produtos que acabam com o problema, mas eles devem ser indicados por um veterinário, pois costumam ser tóxicos e exigem cuidados.

Prevenção sempre!
Para evitar o surgimento de carrapatos, é importante manter o local onde seu cachorro costuma ficar sempre limpo – assim, a visualização dos carrapatos e o tratamento ficam mais fáceis. Também há produtos carrapaticidas, usados no corpo do animal e no ambiente em que ele vive, que afastam os parasitas. Converse com um veterinário.

Gatos também têm carrapato?
Os carrapatos aparecem mais em cães porque eles ficam mais tempo fora de casa. Mas os parasitas podem se hospedar em outros animais domésticos e até no homem. Como gatos passam mais tempo dentro de casa, é mais difícil que sejam afetados.

Consultoria: Guilherme Soares (médico veterinário) e Jonas Byk (biólogo especialista em comportamento animal).

08/04/2018 - 13:00

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui