Zoo

Conheça o peixe-lua

Grande e muito esquisito!

Quem se depara com um peixe-lua durante um mergulho se assusta. Ele é o maior peixe ósseo conhecido do mundo. Mas por trás desse jeitão, existe um bicho manso e por isso ele tem um apelido bem legal. 

Que grandão
O peixe-lua pode pesar até duas toneladas (2 mil quilos!) e medir mais de três metros. Mas eles nascem bem pequeninhos, com 0,25cm.

No fundo do mar
Esse bicho vive nas Oceanos Índico, Pacífico e Atlântico. Aqui no Brasil pode ser encontrado em toda o litoral. E ele vive bem no fundo, a cerca de 600m de profundidade. Por isso, suporta temperaturas bem baixas. 

Inspiração no céu
O nome peixe-lua é inspirado no formato do corpo desse bicho. Ele é achatado e arredondado. Assim, quando os vemos de lado ele se assemelha ao formato da lua. Mas tem gente que acha que é parecido com o astro rei. Por isso, em alguns países ele é 
chamado de peixe sol.

Que feio!
Dê uma olhada nesse peixe. Ele não é nem um pouco bonito. É que, diferente dos outros peixes, ele não tem escamas, mas sim uma pele elástica e muito resistente para suportar as baixas temperaturas e a pressão no fundo do mar.

Prato preferido
O peixe-lua tem uma boca bem pequena e para capturar seus alimentos, os sugam fazendo um bico. Ele adora comer águas-vivas, pequenos moluscos, crustáceos e peixes pequenos.

Muitos peixinhos
A fêmea desta espécie pode produzir até 300 milhões de ovos de uma só vez. É a maior quantidade registrada em um vertebrado. Quando são pequenos, eles se parecem com um baiacu e depois vão se transformando.

Banho de sol
Algumas vezes, o peixe-lua sobe à superfície e pode ser visto em alto mar. Acredita-se que ele faz isso para se aquecer com os raios de sol, já que onde ele vive é muito fundo e as águas são geladas.

Bichinho do bem
Como é grandão, o peixe-lua tem movimentos lentos e isso permite que muitos mergulhadores cheguem perto dele. Outra característica é que ele é bem mansinho, tanto que ganhou o apelido de cachorrinho dos mares.

Quintal de parasitas
Enquanto faz seus passeios pelo fundo do mar, o peixe-lua carrega muitos parasitas na sua pele – são mais de 50 espécies diferentes. Quando sobem à superfície para tomar sol, muitas gaivotas cheguem perto dele para comer esses bichinhos.

Não é comida
O peixe-lua pertence a ordem Tetraodontiformes, é a mesma do baiacu. Esses peixes possuem neurotoxinas em sua carne, por isso não podem ser consumidos por seres humanos. 

CONSULTORIA: Rafael Santos, biólogo do Acqua Mundo – Aquário do Guarujá

24/02/2017 - 07:00

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui