Zoo

Conheça o cangambá

Não mexa com ele!

De onde vem?
O cangambá tem glândulas localizadas na parte de trás do corpo que soltam um líquido malcheiroso. Ao se sentir ameaçado ou fica irritado, ele esguicha esse líquido nos predadores. O esguicho fétido tem cor amarelada e pode alcançar quase 4 metros de distância. Por ser pequeno e com uma aparência nada ameaçadora, essa é uma excelente arma de defesa para ele afastar intrusos e até não acabar como jantar de outros bichos. 

Cuidado, perigo!
Antes de soltar o líquido fedorento, o cangambá dá um aviso àqueles se aproximam. Ele bate a pata no chão e fica em pé sobre as patas traseiras com os pelos eriçados.  Se o inimigo continuar a aproximação, ele vira de costas e esguicha o líquido, deixando o intruso teimoso fedido por alguns dias. Para atrair os machos, as fêmeas usam esse mesmo cheiro horrível!

Sem mal-cheiro
Ao contrário do que se pensa, esse animal não é fedorento sempre. Em situações normais, ele apresenta um cheiro muito mais fraco, como qualquer outro animal.

Ficha do bicho
Onde vive: Campinas e bosques do Canadá e México, vivendo em tocas. Durante o inverno, diminui suas atividades, passando o tempo todo entocado.
Características: Pelagem longa e preta com listras brancas nas costas. O corpo é alongado, com patas curtas e fortes. O rabo é comprido e peludo. A cabeça é relativamente pequena, com olhos pequenos, orelhas redondas e focinho pontudo.
Alimentação: mamífero carnívoro, alimentando-se de larvas, insetos, vermes e pequenos animais
Peso: Entre 1,3 a 4,5 quilos
Comprimento: Varia entre 55 a 75 centímetros (o tamanho de um gato doméstico)

Você sabia que...
... muitas pessoas confundem o cangambá com o gambá? Apesar de também esguichar líquido fedido, o gambá é bem parecido com uma ratazana e pode ser encontrado em diversas regiões das Américas, inclusive no Brasil.

28/01/2017 - 10:00

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui