Zoo

Bichos que vivem na praia

Saiba quem são eles

Você provavelmente conhece alguns seres que vivem na areia da praia, mas não todos! Isso porque existem milhares de espécies e algumas são tão pequenas, que vivem entre os grãos. Prepare os óculos escuros e explore esses bichos que moram na praia!

Camuflados!
Os animais que vivem na areia da praia são classificados em três grupos de acordo com o tamanho: macrofauna (bichos com mais de 1 milímetro), meiofauna (de 0,1 milímetro a 1 milímetro) e microfauna (menos de 0,1 milímetro). Os da meiofauna e da microfauna são invisíveis, pois são muito pequenos e vivem entre os grãos de areia. Os da macrofauna são aqueles que você com certeza já pegou na mão ou até já comeu.

Caranguejo-fantasma
Esse é um dos apelidos desse caranguejo que vive em enterrados em buracos de cerca de 1,5 metros na areia e só sai de noite. Durante o dia ele fica escondido para fugir dos predadores, principalmente das aves. As tocas desse caranguejo são feitas perto da vegetação – longe do mar – para que não sejam inundadas com a subida da maré! Eles são encontrados nos litorais de todas as Américas.

Esconde-esconde
Sabe quando a maré recua e a areia fica cheia de furinhos? Então, são os tatuís que fazem esses buraquinhos de apenas 5 centímetros de profundidade. É que quando são cobertos pela água, não conseguem ser vistos pelos predadores e estão protegidos do sol. Por isso, quando a maré vai embora, ele se esconde nesses pequenos buracos! Eles são encontrados em mares tropicais.

Ele tem força!
O vôngole é um molusco que vive dentro de duas conchas bem fechadas. Você só vai conseguir abrir quando fervê-la, porque se o animal está vivo, tem força suficiente para mantê-la fechada. Ele é filtrador – suga a água do mar por um orifício e expelem por outro, filtrando pequenos alimentos. Ele é um prato típico em restaurantes litorâneos podem ser encontrados nas areias de mar aberto e próximo à foz de um rio que deságua no mar!

Iscas
Os corruptos vivem próximos ao mar enterrados em buracos profundos, com cerca de 40 centímetros. Eles chegam a medir 20 centímetros de comprimento – quanto maior o bicho, maior a profundidade do buraco que eles cavam. Quando a onda vem, eles saem da toca para caçar alimentos, como peixes mortos. Também são muito usados por pescadores como isca para os peixes! Podem ser encontrados em litorais de águas quentes.

Pertinho da água
Os caracóis fabricam conchas que servem de proteção – quando se sentem ameaçados, se escondem dentro delas. Eles vivem na areia, mas sempre perto do mar, pois não podem desidratar - têm o corpo constituído em sua maioria por água. São encontrados em águas tropicais do mundo todo.

Bom nadador
A moradia desse animal é o mangue, eles gostam desse ambiente porque lá existem presas fáceis, como o camarão. Estamos falando do siri, que só é diferente do caranguejo porque possui patas em formatos de remo para a natação, já os caranguejos têm patas pontudas – conseguem nadar e escalar bem!

Você sabia que...
...se você encostar as mão na areia da praia e olhar para os grãos na palma da mão, podem existir, pelo menos, 600 bichos de espécies diferentes?

CONSULTORIA: GUILHERME DOMENICHELLI (BIÓLOGO E AUTOR DO LIVRO GIRAFA TEM TORCICOLO? E MISTÉRIO NA FLORESTA AMAZÔNICA - PANDA BOOKS). FONTE: ANIMAL DIVERSITY


30/05/2017 - 17:00

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui