Curiosidades

Vidro já era conhecido na Pré-História

Tudo sobre ele!

O vidro é um sólido (também pode ser classificado como um líquido super-resfriado) sem estrutura definida. E há indícios de que já era usado na Pré-História para a confecção de armas – na época, o vidro disponível era a versão que surge naturalmente, por meio do resfriamento rápido da lava expelida por um vulcão.

Não demorou até que o homem descobrisse como fazer vidro. O processo foi descoberto pelos fenícios (povo que viveu no Oriente Médio), há cerca de 5 mil anos, por acidente. Um utensílio usado por esse povo para a alimentação foi colocado sobre uma rocha de calcário (composta, principalmente, de carbonato de cálcio), que entrou em contato com a areia da praia e com uma fogueira. Isso criou um líquido que, ao ser resfriado, tornou-se sólido e transparente – o vidro!

Já os egípcios, por volta do ano 1500 anos antes de Cristo, desenvolveram a técnica de sopro para obtenção de vidro – artesãos usam o método até hoje! Nesse sistema, a mistura que formará o vidro sólido é posta na ponta de um cano para, então, ser soprada. Também são usadas ferramentas que dão forma ao objeto.

Atualmente, areia, carbonatos de sódio e de cálcio, e outros elementos são os ingredientes necessários para produzir vidro em grande quantidade nas indústrias. Eles são colocados, juntos, em fornos a cerca de 1.500 graus Celsius. Então, forma-se um líquido, que vai para moldes com o formato do objeto a ser obtido (como uma garrafa). Ar é injetado no interior disso para dar o formato final. O produto ainda passa por tratamento térmico para eliminar imperfeições e evitar que o vidro quebre com facilidade.



Consultoria: Celso Molina (professor do Laboratório de Materiais Híbridos DA UNIFESP/Diadema).



20/03/2017 - 10:30

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui