Curiosidades

Um grito provoca uma avalanche?

Teoria X realidade

Em teoria, sim, por causa da vibração das ondas sonoras do grito. Mas, na prática, é muito difícil que isso aconteça. Avalanches ocorrem quando uma camada de neve solta se separa do resto da base gelada da montanha. Elas surgem como resultado de uma turbulência mecânica, como a queda de uma árvore ou a passagem de um animal pelo local. Para que um grito seja capaz de causar uma avalanche, essa camada solta tem que estar muito instável. Até hoje não há provas de que isso já tenha acontecido.

Uma avalanche em 5 passos:

1. A neve cai sobra a montanha e congela tudo, formando diversas camadas (algumas bem grossas e outras mais finas).  A avalanche ocorre quando um grande bloco de gelo se solta de uma das camadas e desliza montanha abaixo.

2. O deslizamento pode ser causado por chuva, nevasca, degelo, terremoto... Mas, na maioria das vezes, tem a ver com mudanças de temperatura: o calor do Sol derrete a neve da camada de cima; então, o líquido penetra nas camadas inferiores, causa rachaduras e solta os blocos de gelo.

3. A passagem de um esquiador ou de um animal também pode gerar turbulências que levam ao deslizamento. Se já houver uma rachadura entre as camadas de gelo, lá vem avalanche!

4. Quando a causa são os ventos fortes, o problema está no acúmulo de neve, levada pela ventania para o topo das montanhas. Aí, se o peso fica insustentável, uma camada de neve se desprende e desaba morro abaixo.

5. Ao desabar, o bloco de neve vai ganhando velocidade e carrega tudo o que estiver à frente: rochas, pedregulhos, lama, árvores, pessoas e casas. O deslizamento pode alcançar velocidades de mais de 400 quilômetros por hora (como aconteceu no monte Saint Helens, nos Estados Unidos, em 1980).

Tipos de avalanches
Quando a camada de neve mais próxima à superfície sofre um abalo, ela provoca um deslizamento de neve solta e fina, que desce pela encosta da montanha sem causar muitos danos.

– Se a camada frágil estiver a uma profundidade maior, ela pode deslocar placas inteiras. Nela, um ou mais blocos de gelo e muita neve se desprendem e descem até o chão a velocidades incríveis!


Consultoria:
Jefferson C. Simões (glaciologista da UFRGS).


06/08/2017 - 11:00

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui