Curiosidades

Seres vivos que habitam seu corpo!

Eles moram no seu corpo!

Seja apresentado a 8 seres vivos que podem estar, neste instante, dentro do seu organismo!


1) Bicho-de-pé:
 é um pulga minúscula, de apenas 1 milímetro, que mora em lugares quentes, como pastos e chiqueiros. Durante a reprodução, a fêmea pode se alojar na pele (principalmente na sola dos pés) ou em unhas humanas, para se alimentar. O bicho causa inflamação, coceira e dor, e pode ficar no local por até 15 dias.

2) Berne: sua avó deve conhecer essa doença, causada por larvas de moscas. Elas se instalam em outro inseto, que pica um ser humano e deixa as larvas na pele, gerando uma infecção que lembra um furúnculo. As larvas ficam na região por até 40 dias. Depois, caem no solo, onde terminam de se desenvolver e viram moscas.

3) Piolhos: são insetos de 3 milímetros que se alimentam de sangue, picando o couro cabeludo. Usando garras nas pontas das patas, ficam entre os fios de cabelo e, quando querem comer, descem até o couro cabeludo. Aí, retiram sangue, provocando aquela coceira!

4) Carrapato: entre as mais de 800 espécies conhecidas, a que mais ataca os humanos é chamada de carrapato-estrela (também recebe os nomes de pólvora e micuim). Ele se fixa na pele para se alimentar de sangue e pode transmitir doenças. Nos casos mais graves, leva à morte!

5) Tênia: verme com até 12 metros, se instala nos intestinos humanos. Também chamado de solitária (por atacar nosso corpo sozinho), entra no organismo quando comemos carne de boi ou de porco infectada, e gruda nos intestinos usando ventosas e ganchos que ficam na cabeça. Tênias causam enjoo e diarreia.

6) Fungos: adoram ambientes úmidos, como piscinas e vestiários, e causam frieira. Fungos comem pele humana e acabam se instalando mais nos pés pelo hábito que temos de andar descalços nas áreas onde tomamos banho. Aí, causam coceira e feridas. Por isso, não se esqueça dos chinelos na próxima vez que for ao clube e sempre enxugue bem entre os dedos dos pés depois do banho.

7) Bicho-geográfico:
cocô de cães e gatos podem estar cheios de ovos desse verme. Quando as fezes caem no chão, o bicho pode ficar por ali e aproveitar a primeira oportunidade para perfurar a camada mais superficial da pele humana. Então, coloca mais ovos, deixando o caminho por onde passa visível sob a pele, como os riscos de um mapa. Pomadas acabam com a festa!

8) Bactérias:
 causam, por exemplo, o chulé - o cheiro surge durante o processo de digestão das bactérias que se instalam nos pés (o mesmo acontece com o cheiro ruim das axilas). Elas se alimentam de pedaços de pele morta e do suor acumulado. E sabe onde mais onde as bactérias estão? Na boca! Se você não escovar bem os dentes, esses seres microscópicos vão se alimentar de restos de comida, liberando o cheiro ruim do mau hálito.

Habitantes bem-vindos

Nosso sistema digestivo está cheio de seres microscópicos que são do bem. Um exemplo são os lactobacilos, bactérias que ajudam na defesa dos intestinos. Eles combatem o crescimento de bactérias que poderiam nos fazer mal, causando diarreia, por exemplo. Para ter os lactobacilos sempre por perto, não deixe de tomar iogurtes e leites fermentados que tragam esses seres na composição.


CONSULTORIA: Antonio Toledo Junior (doutor em infectologia e medicina tropical pela UFTM), Celso Granato (infectologista do Grupo Fleury), Marilda M. Siqueira (virologista e pesquisadora da Fiocruz) e Pedro P. Chieffi (mestre em Saúde Pública pela USP e professor assistente da Faculdade de Medicina da USP).


06/07/2017 - 10:00

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui