Curiosidades

Qual o tamanho do pescoço da girafa?

Nas alturas

O pescoço da girafa é gigante: 2,5 metros de comprimento – só essa parte do corpo pesa 270 quilos. As pernas não ficam para trás e chegam a 2,5 metros de altura. Esse animal, natural da África, é o mais alto do mundo.  

Comida lá no alto
Uma das funções do pescoço é alcançar folhas que ficam na copa das árvores. A alimentação também inclui flores, frutas e sementes. Igual à vaca, a girafa é ruminante. Ou seja, o alimento, depois de engolido, volta para a boca para ser mastigado e, enfim, retornar para o estômago. Ela fica entre 16 e 20 horas por dia comendo!

Chute potente
Para se defender dos predadores, ela usa a perna comprida e dá um coice forte: a patada é tão poderosa que pode quebrar a coluna de um leão!

Proteção
O corpo é coberto de manchas amarronzadas que são diferentes para cada animal. É como se fossem impressões digitais. Essas marcas servem como disfarce para se esconder entre as sombras e as folhas das árvores. Assim, o bicho passa despercebido pelos predadores.

Ótima equilibrista
É mito que, por causa da altura, girafas se desequilibram com facilidade. Elas estão totalmente adaptadas ao modo de vida e necessidades. Por isso, ficam numa boa mesmo quando estão em movimento.

Filhote gigante

Os bebês já nascem com 1,70 metro de altura e cerca de 60 quilos. Uma hora após o nascimento, estão em pé e andando. Mamam até os nove meses, mas com uma semana de vida começam a experimentar alguma vegetação. Quando estão com medo, escondem-se entre as pernas das mães.

Em alerta
A girafa dorme apenas duas horas por noite e, quase sempre, em pé. Desse jeito, consegue fugir bem rápido se algum perigo aparecer por perto. Em geral, são calmas e quase nunca emitem ruídos. Gostam de passar o dia comendo e caminhando.

Que coceira!
A língua desses bichos nunca foi medida, mas sabe-se que é bem grande e flexível: é capaz de coçar a cabeça até perto da orelha. Outro método bastante usado na hora da coceira é passar a cabeça pelo corpo.

Você sabia que...
... algumas teorias dizem que, há milhares de anos, existiram girafas de pescoço curto?
Elas se alimentariam de grama e arbustos. Uma seca intensa teria secado a vegetação, acabando com essa espécie. Ainda não existem provas sobre isso.

CONSULTORIA: Alex Almeida (biólogo da Ferreira Rocha Gestão de Projetos Sustentáveis). FONTES: Fundação Zoológico de São Paulo e San Diego Zoo.

 

07/08/2017 - 16:00

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui