Curiosidades

Partes estranhas do corpo humano

Visual da orelha, joelho...

Olhe para os seus joelhos: eles têm formato meio esquisito, não é? E por que suas orelhas têm várias curvas? Hora de descobrir!

Redondinhos
No meio de cada uma das pernas há uma articulação central: os joelhos. Graças a eles você consegue correr, andar, saltar alto e com distância – se cair, os joelhos ainda ajudam a absorver o impacto. O formato meio esquisito, saltado para fora, surge por causa do osso chamado patela. A patela funciona como uma alavanca, dando força ao movimento quando flexionamos ou estendemos o corpo. 

Dedos das mãos x dedos dos pés
Eles não são exatamente iguais porque possuem funções diferentes: nossos antepassados usavam os dedos dos pés para agarrar o solo enquanto se locomoviam - principalmente em superfícies escorregadias, como pedras molhadas. À medida que o ser humano evoluiu e o mundo também (as ruas foram sendo asfaltadas, por exemplo), os sapatos surgiram e melhoraram a aderência ao chão – logo, os dedos dos pés perderam a obrigação de agarrar.

Enquanto isso, os dedos das mãos seguiram com a função de pegar objetos. Por serem cheios de nervos, são sensíveis às temperaturas (quente e frio) e às dores, por exemplo.

O polegar é o dedo mais importante (reponde por 40% das funções das mãos): junto ao dedo indicador, nos permite pegar objetos mais finos e delicados, formando um tipo de pinça – é por isso que conseguimos segurar uma caneta para escrever, por exemplo.

Apenas humanos e primatas (como macacos, gorilas e chimpanzés) fazem o movimento de pinça com as mãos. Tanto que alguns primatas são capazes de produzir instrumentos a partir de gravetos para caçar alimentos.

Como uma onda
As orelhas têm formato cheio de curvas como se fossem ondas. Esse desenho é bem importante: amplifica o som, permitindo que a gente escute melhor.

E já reparou que as orelhas têm pelos? Eles são herança de nossos ancestrais e serviam para manter o corpo aquecido. Com o desenvolvimento da espécie humana, boa parte dos pelos do corpo perdeu essa função e passou a ser produzido em menor quantidade.

Pelos importantes
Apesar de muitos pelos não terem mais sentido no corpo humano, os que existem dentro do nariz são essenciais. Chamados de vibrissas, funcionam como filtros, retendo impurezas do ar. Nós até poderíamos viver sem esses pelos, mas a sujeira entraria ainda mais no nariz.

E sabia que seria totalmente possível respirar com apenas uma narina? No entanto, ao longo da evolução, os animais continuaram com duas delas.

Um estranho na boca
Abaixo da língua existe um freio. Ele é mole porque não tem cartilagem, osso ou músculo – é uma membrana. O freio serve para conectar a língua à parte de trás da gengiva, impedindo que ela fique muito solta. Porém, se o freio é muito curto, pode causar problemas de fala e até atrapalhar os bebês na hora de mamar, por exemplo.

Ding dong!
Já ouviu falar de uma campainha que temos dentro na garganta? É a úvula! Enquanto você fala, ela balança e espalha saliva dentro da boca, hidratando a região – esse ato evita que a gente tussa!

Além disso, a campainha serve para receber bem a comida. Funciona assim: na hora que você se alimenta, ela encaminha a comida para o local certo, impedindo que uma parte vá, por exemplo, para o nariz.


Consultoria: Fausto Nakandakari (otorrino do Hospital Sírio Libanês) E Fellipe Savioli (ortopedista membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia). 


21/07/2017 - 11:30

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui