Curiosidades

Entenda a vergonha

De onde ela vem?

Tomar aquele tombo na frente dos outros, levar bronca da professora na presença dos amigos ou apresentar o trabalho para toda a sala. Quem nunca sentiu vergonha de tudo isso? Isso é normal, mas ter vergonha de mais não é bom!

Por que sentimos vergonha?
A vergonha é um sentimento que está ligado à nossa consciência, ela ajuda na formação do senso crítico – de diferenciar o que é certo e errado. Sem ela, a vida não teria emoção e seríamos bem sem noção! 

Do que sentimos vergonha?
Temos vergonha de mostrar nossos defeitos, de errar e de fazer coisas que não achamos certo. Sabe quando estamos andando pela rua e de repente tomamos um tombo daqueles? Pois é, ficamos envergonhados, com medo que riam do que aconteceu.

Por que ficamos vermelhos quando sentimos vergonha?
Sabe quando levamos aquela bronca da professora na frente de toda a sala e ficamos com as bochechas vermelhas? Isso acontece porque quando sentimos vergonha, as batidas do coração aceleram e mais sangue é mandado para o cérebro. Esse sangue fica concentrado no rosto e dai ficamos com as bochechas vermelhas!

Porque sentimos vergonha de falar em público?
Porque ficamos com medo de errar na frente das pessoas! Quando temos que apresentar um trabalho para toda a sala, por exemplo, sentimos medo e vergonha do julgamento, porque se falarmos alguma coisa errada ou gaguejarmos, todos vão notar. Mas esse sentimento é normal, só não podemos deixar de apresentar o trabalho por causa disso.

É possível não sentir vergonha?
Sim, mas a vergonha é um sentimento importante. A pessoa que não sente vergonha de nada acaba sendo chata e tendo atitudes que não são legais, como por exemplo, ser mal educado com os outros e, por isso, é chamada de sem vergonha ou sem noção!

Timidez e vergonha são a mesma coisa?
Não! A vergonha é um sentimento necessário, que nos impede de fazer coisas erradas. Já a timidez mexe com a personalidade e pode prejudicar a pessoa, porque ela fica inibida, tem dificuldade de fazer amizades e não confia em si mesma. Nesse caso, é legal procurar métodos que ajudem a melhorar como terapia e teatro.    


Se prepare para não ficar tão nervoso na hora de falar em público:

- Não decore, estude o assunto, quanto mais sabemos, mais temos confiança.
- Treine na frente do espelho ou com seu pai, sua mãe ou irmão.
- Na hora de apresentar, olhe para um ponto que deixe confortável. 
- Não se desespere se errar ou gaguejar, isso é normal.

Quando ficamos envergonhados, ficamos ansiosos e impacientes e podemos sentir:

- Suor nos pés ou nas mãos.
- Dor de barriga, o famoso piriri!
- Dor de cabeça.
- Bochechas vermelhas.


20/04/2017 - 16:00

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui