Curiosidades

E se eu entrar em um buraco negro?

O que acontece?

Em primeiro lugar, é preciso lembrar que os cientistas não sabem ao certo o que ocorre no interior de um buraco negro. A massa desses locais é tão grande, e o campo gravitacional é tão intenso, que nem a luz consegue escapar de lá.

Mas é possível supor o que aconteceria nas proximidades do buraco negro: conforme uma pessoa se aproximasse do local, a gravidade nos seus pés seria muito mais intensa do que na cabeça, produzindo um efeito de “espaguetificação”, que esticaria o indivíduo como se fosse um espaguete – até a morte!


Desvende outros mistérios sobre esses locais do Universo!

Todas as estrelas, quando morrem, viram um buraco negro.

MITO! Isso só acontece com as estrelas gigantes, que se tornam supergigantes vermelhas. Em certo momento da vida de uma supergigante vermelha, o núcleo fica tão denso que não consegue mais suportar o próprio peso. Aí, ela implode e, depois, explode, emitindo mais luz do que uma galáxia inteira – é a supernova. Depois, se a massa que restou da estrela for maior do que três ou quatro massas do nosso Sol, o colapso da implosão continua – e se forma um buraco negro.

Buracos negros são grandes buracos.
MITO! Como não emite luz, o buraco negro é associado a um lugar nulo, oco no espaço. Mas ele não é um espaço vazio: está cheio de uma grande quantidade de matéria altamente condensada. É parecido com uma estrela, com formato esférico, e ocupa espaço no Universo.

Um buraco negro seria capaz de devorar toda a nossa galáxia.
DEPENDE! Buracos negros só atraem corpos celestes que estejam perto dele. Essa região misteriosa do espaço tem uma quantidade tão grande de massa concentrada que nada escapa da força de gravidade presente ali (nem a luz). Mas, para que isso aconteça, é preciso que o objeto atraído esteja dentro da área em que o buraco negro é capaz de exercer atração – essa área depende da massa do buraco negro (quanto mais pesado ele for, maior será a abrangência).

Tudo o que cai em um buraco negro reaparece em outra parte do Universo.
MITO!
Toda a matéria que vai parar em um buraco negro permanece por lá. É a densidade dessa matéria que faz com que o buraco negro exerça tanta atração sobre os corpos celestes. Portanto, se tudo fosse para outra parte do Universo, ele não seria capaz de continuar atraindo matéria.

Não é possível sair de dentro de um buraco negro.
VERDADE!
Todo corpo no espaço tem força de gravidade – que varia conforme o tamanho desse objeto. Para escapar dessa força, é preciso atingir uma velocidade mínima (conforme a gravidade do local). Na Terra, por exemplo, sempre que um foguete é lançado, precisa chegar a 11,2 quilômetros por segundo para vencer nossa gravidade. Como a massa do buraco negro é muito densa, a velocidade de escape dele é inatingível. Por isso, tudo o que é atraído não escapa mais!

Um telescópio é capaz de enxergar um buraco negro.
MITO!
Como nem a luz escapa do campo gravitacional de um buraco negro, não é possível visualizá-lo. Os astrônomos sabem que eles existem por causa da atração que exercem sobre os corpos celestes. Além disso, já foram observadas explosões de luz visível liberadas por um buraco negro enquanto ele engolia matéria de uma estrela próxima.

Se o Sol se transformasse em um buraco negro, sugaria a Terra.
MITO! Se o Sol mantivesse a mesma massa que possui hoje, seria capaz de atrair corpos celestes que estivessem a apenas 3 quilômetros de distância. Nosso planeta está 149.600.000 de quilômetros do astro-rei. Por isso, não seria sugado, mas pararia de receber luz. 


CONSULTORIA: LEANDRO GUEDES (PÓS-GRADUADO EM ASTROFÍSICA EXTRAGALÁCTICA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA NA UNIVERSIDADE DE NOTRE DAME, EUA).
CRÉDITO DE IMAGEM: NASA/CXC/M.Weiss



11/07/2017 - 10:30

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui