Curiosidades

Bate-papo com a Estopinha

Conversa animal

Conversamos com o cachorro mais famoso do Brasil: a Estopinha, que já teve até programa na TV ao lado do dono dela – o Alexandre Rossi, especialista em comportamento animal! Ela conta como os cães gostam de ser tratados e dá dicas para que você tenha uma amizade ainda mais legal com esses companheiros de quatro patas


RECREIO: Como você gosta de ser cuidada?
ESTOPINHA: Eu adorooo ficar quase o tempo todo juntico da minha família. Mas tem horas que gosto de ficar sozinha no meu quartinho para pensar na vida. Como sou muito gulosa, minha ração é pesada na balança - as tias que me treinam dividem tudo certinho e me dão a comida ao longo das atividades. À tarde, às vezes, saio para trabalhar com o papis, mas também posso ficar em casa com a mamis - brinco de jumps (pular) com o Barthô (irmão da Estopinha), faço bagunça, coisas básicas! 

RECREIO: O que os cães podem comer e o que não podem?  
ESTOPINHA: É muito importante não dar comida humana para os cachorrinhos sem a recomendação do tio veterinário. Algumas delas, como o chocolate e a uva, fazem muito mal e os cãezinhos podem ficar doentes e até morrer. Eu recomendo dar sempre ração, que já vem balanceada com os nutrientes que os bichos precisam e alguns petiscos ao longo do dia, porque ninguém é de ferro, né? 

RECREIO: Que tipo de brincadeira os cães mais gostam?
ESTOPINHA: Eu adoro correr e dar meus famosos jumps. Também é muito legal pegar o brinquedo e trazer para os papis jogar outra vez. Se depender de mim, passo o dia inteiro pegando e trazendo brinquedos.

RECREIO: Quando os cães estão doentes, que sinais eles costumam dar?
ESTOPINHA: Depende da doença. Normalmente, a gente fica meio quieto, sem vontade de comer ou de brincar. Sempre que você notar alguma coisa dessas, procure o tio veterinário, tá?

RECREIO: Quais carinhos vocês gostam de receber? E tem alguma coisa que os humanos fazem e você não curtem?
ESTOPINHA: Eu adorooo carinho, principalmente cafuné no tufinho (topo da cabeça). Coçadinha nas costas também é uma delícia. E a gente não gosta muito que puxem o rabo e mexam no focinho, pois ele é bem sensível. Mas beijo carinhoso no narigo está liberado!

RECREIO: Como tornar o banho de vocês um momento legal?
ESTOPINHA: É bom acostumar os cachorrinhos aos poucos com a água. Funciona assim: molhe a patinha dele e dê um petisco. Depois, molhe o bumbum - e ele ganha outro petisco. E assim vai com o corpo todo, até que o bichinho comece a entender que a hora do banho é bem legal e divertida. A temperatura da água deve ser morninha e o banho tem que ser rápido para a gente não ficar entediado, sabe? E é legal usar produtos específicos para pet.

RECREIO: Ao chegar visita em casa, alguns cães latem muito. O que fazer para que fiquem calmos?  
ESTOPINHA: Isso é mais comum do que parece. É muito difícil para o cãozinho se controlar quando tem alguém superlegal chegando. E, muitas vezes, a gente só está querendo avisar que tem alguém perto. Os papis têm que sempre pedir para os tios se aproximarem da gente com tranquilidade para não nos assustarmos. Quando a gente ficar calmo, é legal receber muito carinho e um petisquinho bem gostoso.

RECREIO: O que é preciso para que o passeio com vocês seja legal?
ESTOPINHA: O passeio é uma ótima forma de nos exercitarmos e fazermos amigos. É importante sempre levar água para a gente se hidratar, saquinho plástico para juntar a caquinha e muita disposição, porque a gente adooora esse momento. É importante sair quando não estiver muito quente. É legal também sempre pensar se você está usando a coleira certa.

RECREIO: Como ensinar o cachorro a fazer xixi no lugar certo?
ESTOPINHA: É legal a gente ter um banheirinho bem gostoso, que fique longe de onde comemos e bebemos água. Cada vez que o cãozinho acertar o xixi no banheiro, os papis têm que dar bastante carinho e um petisquinho gostoso. Quando a gente errar o xixi, só vale dar uma bronquinha se nos pegarem no flagra. Depois do xixi já feito, não adianta em nada a bronca! Se o bichinho continuar errando, os papis podem procurar o tio veterinário para ver se ele não está com algum problema nos rins.

RECREIO:
Às vezes, o cão fica triste e deprimido. Como podemos ajudá-lo?
ESTOPINHA: Esses sinais diferentes indicar que estamos doentes. Quando dói a orelha, estamos com febre ou ficaamos enjoadinhos, a gente quer ficar quieto. Nesses casos, é hora de ir ao tio veterinário.

RECREIO:
A cor do xixi e a textura do cocô podem indicar algum problema mais sério de saúde? 
ESTOPINHA: É muito importante os papis ficarem de olho sempre que o xixi ou as caquinhas estão estranhas. Se alguma coisa estiver muito esquisita, como diarreia e muitos xixi ao dia, pode ser algum problema de saúde. Daí, tem que correr para o tio veterinário!

RECREIO: Como posso mostrar para meu cão que morder sapato e rasgar almofadas não é algo legal?
ESTOPINHA: A gente ama tudo o que tem o cheirinho dos nossos papis - e a gente quer esse cheiro só para a gente. E fazemos isso por amor! Verdade verdadeiraaaa! Quando for assim, compre um monte de brinquedinhos interativos para o seu cãozinho passar muito tempo brincando. Uma hora ele vai esquecer que o sofá solta aquelas espumas maravilhosas!


14/06/2017 - 15:00

Assine Recreio e receba todo mês na sua casa! Clique Aqui